O Mundo | Trama russa

Ex-chefe da campanha de Trump decide colaborar em investigação

Paul Manafort firma acordo judicial para cooperar com a investigação sobre a possível ingerência russa nas eleições de 2016
15/09/2018

WASHINGTON - Ex-chefe de campanha do presidente Donald Trump, Paul Manafort firmou um acordo judicial para cooperar com a investigação federal nos Estados Unidos sobre a possível ingerência russa nas eleições de 2016. Em troca de condenações reduzidas, e tentando evitar um segundo julgamento por lavagem de dinheiro e lobby ilegal, ele se declarou culpado das acusações de conspiração contra os EUA e obstrução da Justiça. A Casa Branca diz que o acordo de Manafort não tem relações com Trump nem com a vitória nas urnas que o levou à Presidência.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte