Sem receber

Funcionários de restaurantes populares têm salários atrasados

O Estado confirmou que trabalhadores de sete unidades que oferecem refeições de segunda a sexta-feira não recebem pagamento desde novembro de 2017

Thiago Bastos / O Estado

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h33
Restaurante popular do São Francisco é um dos que está com funcionários sem receber salários
Restaurante popular do São Francisco é um dos que está com funcionários sem receber salários (restaurante popular)

Os funcionários dos sete restaurantes populares do Maranhão situados na região metropolitana (São Francisco, Liberdade, Sol e Mar, Anjo da Guarda, Cidade Olímpica, Maiobão e Coroado) e vinculados diretamente à folha de pagamento do governo estadual estão sem receber salários desde novembro do ano passado. Apenas os servidores vinculados a uma terceirizada, que possui contrato com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), estão com o pagamento em dia.

O Estado esteve em alguns dos restaurantes e ouviu relatos dos funcionários, que preferiram não revelar os nomes, com medo de represálias. Uma funcionária lotada no restaurante popular no bairro da Liberdade disse que a situação é incômoda. “Não tem como a gente trabalhar com tranquilidade, desta forma. Estamos com contas atrasadas para pagar”, disse.

Outra funcionária, também do restaurante da Liberdade, afirmou que, até o momento, nenhum representante do governo justificou as razões do atraso. Ela também confirmou que alguns trabalhadores já se articulam para faltar ao serviço e, desta forma, tentar pressionar o Estado. “Nós jogamos com as armas que temos. E, pelo jeito, somente temos esta”, disse.

No restaurante popular do São Francisco, inaugurado pela atual gestão estadual em março de 2016, a situação atinge nutricionistas e fiscais, responsáveis pela administração do estabelecimento. “Eu brinco com os meus colegas que a gente não pode fazer qualquer gasto com cartão, pois a gente não tem como pagar depois”, disse uma funcionária.

No Coroado, um funcionário lotado no restaurante popular do bairro informou que não é o primeiro registro recente de salários atrasados. “Funcionário de restaurante popular vem sofrendo há muito tempo”, afirmou. A informação foi negada por uma funcionária do restaurante popular da Liberdade. “Estamos com o salário atrasado, mas é a primeira vez que isso acontece aqui”, disse.

O Governo do Estado, por meio de nota, confirmou o atraso, no entanto - ao contrário do que foi dito por funcionários dos restaurantes - já quitou o salário de novembro e 13º terceiro. Ainda de acordo com o Governo, o mês de dezembro será acertado na próxima semana.

SAIBA MAIS

Os restaurantes populares são uma iniciativa do Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal. Até agosto de 2014, eram seis unidades de distribuição quase gratuita de alimentos para a população, em especial, de baixa renda (Anjo da Guarda, Cidade Olímpica/Operária, Coroado/Coroadinho, Liberdade, Maiobão e Sol e Mar).
Horários
Os restaurantes populares funcionam de segunda à sexta-feira, exceto feriados, das 11h às 14h30 e das 17h às 19h30.

Restaurantes populares na Grande Ilha
Anjo da Guarda: Rua México, 2 – próximo à Caixa Econômica
Cidade Olímpica/Operária: Av. Jailson Souza Viana, nº 33
Coroado/Coroadinho: Avenida dos Africanos, nº 100-B
Liberdade: Avenida Camboa, nº 1215-A
Maiobão: Av. 13, nº 7-A – próximo ao Viva Maiobão
Sol e Mar: Avenida Sol Nascente, nº 3
São Francisco – Rua 8, qd B, nº 18
Fonte: Governo do Maranhão

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.