Política | Operação Pegadores

SES já está com lista de fantasmas do esquema de desvio de dinheiro

Diferente do que vinha comentando nas redes sociais o governador Flávio Dino e seus auxiliares, a lista de servidores que não trabalhavam e recebiam dinheiro da SES não é fantasma; o titular da pasta, Carlos Lula, admitiu que já tem os nomes dos fantasmas
Carla Lima/Subeditora de Política30/11/2017 às 15h14
SES já está com lista de fantasmas do esquema de desvio de dinheiroFlávio Dino cobrou lista de fantasmas nas redes sociais, mas não usou o mesmo meio para anunciar que a lista existe e já está nas mãos do titular da SES, Carlos Lula (Arquivo)

Desde a deflagração da Operação Pegadores, que derrubou o esquema de desvio de dinheiro público destinado a Saúde do Maranhão, que o governador Flávio Dino (PCdoB) e seus auxiliares vinham cobrando o envio da lista com mais de 400 fantasmas, que a Polícia Federal afirma existir na Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Em várias postagens, Dino desdenhava da Polícia Federal afirmando ser fantasma a lista com os servidores que recebiam sem trabalhar.

Acontece que o governo já tem a lista. A informação foi confirmada a imprensa pelo titular da Saúde do governo Dino, Carlos Lula.

O que causou estranheza foi o fato de nem Flávio Dino ou qualquer outro subordinado seu usar as redes sociais para afirmar a todos que a lista de fantasma da SES é real. De fantasmas mesmo há os servidores, cuja lista já havia sido encaminhada por Benedito da Silva, proprietário do Instituto Cidadania e Natureza (ICN), a Carlos Lula em setembro de 2015.

Na entrevista a imprensa, Lula afirmou que fará uma busca para identificar os funcionários considerados fantasmas pela PF. Essa foi a mesma afirmação dada por Carlos Lula a Benedito Silva quando ele repassou a lista dos servidores a serem pagos por uma folha complementar de R$ 400 mil.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte