Violência

Homicídios e achado de corpo marcam fim de semana

Uma das vítimas foi uma mulher não identificada, cujo corpo foi encontrado na praia do Araçagi e, em seguida, encaminhado para o IML

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h54
Rafael Leno Paixão, 19 anos, foi assassinado a tiros na Liberdade/Divulgação
Rafael Leno Paixão, 19 anos, foi assassinado a tiros na Liberdade/Divulgação (Morte)

Três mortes violentas foram registradas neste fim de semana na Região Metropolitana de São Luís. Entre os casos estão dois homicídios dolosos (quando há a intenção de matar) e um achado de cadáver. Este mês já foram contabilizados, ao todo, seis homicídios dolosos.

Na noite de sábado, dia 3, banhistas localizaram um corpo de uma mulher na praia do Araçagi. A polícia foi acionada para a localidade e o corpo deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) já no domingo e, até o fechamento desta edição, a vítima ainda não havia sido identificada.

No sábado, foram registradas outras duas mortes. A primeira foi a de Rafael Leno Paixão Soeiro, de 19 anos, vítima de disparos de arma de fogo no bairro Liberdade, por volta de 18h; e Antônio Reginaldo Costa Leite, de 41 anos, morto a tiros no Residencial Batatã, por volta de 19h30.

A polícia ainda trabalha para esclarecer os motivos que levaram aos crimes e prender os responsáveis pelos delitos. Até o fechamento desta página, nenhum outro homicídio havia sido registrado ontem.

Imperatriz - Já Imperatriz, segunda maior cidade do estado, um homicídio foi registrado no sábado e teve como vítima um homem identificado apenas como Elcivan, que foi alvejado com vários tiros na Rua do Arame, no Parque Anhanguera.

Conforme mostraram as investigações da polícia, a vítima era ex-presidiário. De acordo com testemunhas, dois homens chegaram em uma motocicleta e o que estava na garupa efetuou os disparos contra Elcivan, que morreu no local. Duas pessoas que estavam próximas também foram atingidas pelos tiros, mas elas foram socorridas por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levadas para o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI).

Esse foi o terceiro homicídio registrado neste mês na cidade. Na sexta-feira, dia 2, um adolescente identificado como Jefferson dos Santos Silva, de 19 anos de idade, foi morto após reagir a um assalto, quando criminosos invadiram a sua residência para praticar o delito. O caso aconteceu no bairro Imigrantes.
Os tiros acertam o ombro, peito e a perna de Jefferson, que foi socorrido por um carro particular e encaminhado para Hospital Municipal de Imperatriz, onde passou por cirurgia. Devido à gravidade dos ferimentos, a vítima não resistiu e morreu.

Já no dia 1º, um homem identificado como Giliard Bandeira Moura, 20 anos, foi morto a tiros dentro de casa, na rua São Luís, bairro Vilinha. Na ocasião, os vizinhos da vítima informaram que apenas ouviram os disparados, mas não souberam dizer de onde eles haviam partido. Segundo a Central de Operações da Polícia Militar, não há informações sobre o que teria motivado o crime nem dos suspeitos de efetuar os tiros. Após o crime PM fez rondas no bairro, mas não conseguiu prender ninguém.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.