Sem favelados, o que será de nós?

05/04/2009

O governo do doutor Sérgio Cabral quer murar 11 comunidades da Zona Sul do Rio de Janeiro. O objetivo proclamado pelos seus sábios é a defesa da mata e o controle da expansão das favelas. Deve-se aos repórteres André Zahar e Italo Nogueira a desmistificação dessa patranha. Os números do Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos, o centro de pesquisas da prefeitura carioca, informam que, entre 1999 e 2008, a expansão física das favelas cariocas foi de 6,9%.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte