Abuso sexual

Homem é preso suspeito de abusar sexualmente sobrinha de oito anos em troca de moedas e doces no Maranhão

Os crimes eram praticados enquanto a vítima limpava o quintal da casa da avó; vítima relatou os abusos sofridos à professora.

Imirante.com, com informações da Polícia Civil

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h17
A prisão do suspeito foi realizada durante a operação ‘Resguardo’, deflagrada pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA).
A prisão do suspeito foi realizada durante a operação ‘Resguardo’, deflagrada pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA). ( Foto: Divulgação)

SÃO RAIMUNDO DAS MANGABEIRAS – Um homem foi preso suspeito de abusar sexualmente da sobrinha, de oito anos de idade, em São Raimundo das Mangabeiras, cidade distante 720 km de São Luís. A prisão do suspeito foi realizada durante a operação ‘Resguardo’, deflagrada pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA).

A polícia informou que foi comunicada do crime pelo Conselho Tutelar e que o suspeito tocava nas partes íntimas da criança em troca de moedas e bombons. Segundo o que foi apurado, o crime acontecia dentro da residência do homem, quando ele chamava a vítima para fazer a limpeza do quintal, sempre se aproveitando dos momentos em que a avó da criança não estava na residência.

Leia também:

Homem suspeito de estupro de vulnerável é preso em Paço do Lumiar

Suspeito de estupro, preso em Penalva, era hóspede na casa da vítima​

Ainda segundo a polícia, a criança contou com detalhes das práticas abusivas para a professora da escola onde estuda, encorajada pela realização da Semana Nacional contra o Abuso Sexual de Criança e Adolescente que ocorria na unidade escolar. A professora informou à avó da menor tudo o que foi relado pela vítima.

Equipes da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz e da Delegacia de Polícia Civil de São Raimundo das Mangabeiras prenderam o homem, que foi encaminhado à Delegacia Regional de Balsas para as providências cabíveis.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.