Câmara

Vereadores cobram maior rigor em fiscalizações após incêndio e mortes em shopping

Parlamentares cobraram maior rigor em fiscalizações e identificação por responsáveis por incêndio em shopping.

Ipolítica, com informações da Câmara

Vereadores de São Luís cobraram medidas enérgicas de autoridades após incêndio
Vereadores de São Luís cobraram medidas enérgicas de autoridades após incêndio (Leonardo Mendonça)

SÃO LUÍS - Vereadores de São Luís cobraram autoridades na sessão de ontem (8) na Câmara Municipal, por ações mais enérgicas e medidas de prevenção e combate a incêndio e a desastres em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público, para evitar que novas tragédias, como a que ocorreu no Rio Anil Shopping, volte a acontecer na capital. 

Os parlamentares cobraram maior rigor nos atos de fiscalização. Eles também lamentaram as duas mortes registradas no shopping e se solidarizaram às famílias das vítimas.  

Dr. Gutemberg Araújo (PSC) protocolou um pedido de reunião com Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Blitz Urbana para discutir o tema.

“Eu não quero fazer juízo de valor, pois eu não conheço os protocolos do estabelecimento comercial. Não se sabe exatamente qual foi a causa, mas é preciso muito mais rigor na fiscalização”, disse.

Álvaro Pires (PMN) afirmou que estuda apresentar uma proposta que tem por objetivo buscar uma ação para prevenir incêndios nos grandes centros comerciais de São Luís.

“Toda concentração de público existe risco. Por isso, vou analisar com minha equipe, a possibilidade de apresentar uma proposta voltada para a fiscalização visando garantir segurança e medidas de prevenção”, explicou.

Leia também: 

Deputados fazem minuto de silêncio em respeito às vítimas do incêndio em cinema

Autoridades lamentam incêndio e mortes em shopping de São Luís

"Tragédia anunciada", diz Eduardo Nicolau sobre incêndio e mortes em shopping

Rigor na investigação

Pelas redes sociais, o vereador Ribeiro Neto (Patriotas) revelou que vai encaminhar ofícios aos órgãos responsáveis cobrando uma explicação ao que de fato aconteceu. 

“Encaminharemos ofícios aos órgãos responsáveis para apurarmos o que de fato aconteceu, e quem deve ser responsabilizado”, disse

Raimundo Penha (PDT) adotou a mesma postura e e pediu providências para que as causas do incêndio sejam investigadas com profundidade. 

“Espero que todas as medidas de segurança sejam tomadas e que as causas sejam investigadas para que nada parecido volte a acontecer”, frisou.

Umbelino Júnior (PL), por sua vez, disse que confia na investigação que começou a ser feita buscando esclarecer o que teria motivado a tragédia. “Acredito no trabalho sério do Corpo de Bombeiros e de toda investigação que já começou a ser feita!”, enfatizou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.