MANIFESTAÇÃO

Indígenas protestam contra Lula no Aeroporto de Brasília

Manifestação pacífica não registrou atos de violência ou depredação do patrimônio público.

Ipolítica

- Atualizada em 03/12/2022 às 16h21
Indígenas seguravam cartazes contra o resultado das eleições
Indígenas seguravam cartazes contra o resultado das eleições (Reprodução)

BRASÍLIA - Um grupo de indígenas protestou pacificamente nesta sexta-feira (2) no Aeroporto Internacional de Brasília contra o resultado das eleições de 2022. Pacificamente, os manifestantes falaram contra o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

O protesto se alastrou pela tarde e terminou sem maiores incidentes ou atos de violência. Após deixar a sala de embarque, eles foram para a área pública do aeroporto. Apesar dos atrasos em dois embarques, nenhum voo chegou a ser cancelado. 

“A operação segue normal e está concentrada em uma outra sala de embarque do terminal. Dois voos registraram atraso devido à manifestação. Não há cancelamentos. As operações seguem normalmente.”, declarou a administradora do aeroporto. 

Vigilantes e a equipe de segurança do aeroporto acompanharam a movimentação do grupo, que se manifestou pacificamente. A Polícia Federal e a Polícia Militar do Distrito Federal também foram acionados e observaram o andamento da ação. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.