Transporte Público de SL

Deputado diz que Prefeitura tem recurso em conta para pagar subsídio

Duarte Júnior publicou em suas redes sociais documento mostrando que o Governo Federal repassou, ainda em outubro, mais de R$ 9 milhões do auxílio ao transporte público da capital.

Carla Lima/Ipolítica

- Atualizada em 17/11/2022 às 10h03

SÃO LUÍS - O deputado estadual Duarte Júnior (PSB), pelas redes sociais, rebateu a informação dada pela Prefeitura de São Luís sobre os recursos federais de auxílio ao transporte público. Segudo o parlamentar, o subsídio as empresas do sistema de transporte da capital não foi pago, mas não pela falta do auxílio enviado pela União.

Nas redes sociais, Duarte Júnior mostra que desde outubro deste ano que está na conta da gestão de Eduardo Braide (sem partido) R$ 9 milhões do auxílio ao transporte público.

“O prefeito não quer que a população de São Luís saiba, mas vou provar. A @PrefeituraSL tem R$ 9 milhões na conta, fruto de repasses federais, desde outubro, mas não repassa o dinheiro e os rodoviários estão com os salários atrasados. Dinheiro tem. Por que não paga?”, publicou o deputado.

Duarte Júnior garante que recursos federais já estão na conta da Prefeitura de São Luís desde outubro deste ano
Duarte Júnior garante que recursos federais já estão na conta da Prefeitura de São Luís desde outubro deste ano

A questão da possibilidade de greve dos rodoviários foi levantada na quarta-feira, 16, na Câmara Municipal de São Luís.

Os vereadores Álvaro Pires (PMN) e Chico Carvalho (Avante) alertaram para a possibilidade de greve devido a atrasos salariais a motoristas e cobradores. Empresários alegam falta de repasse do subsídio feito pela Prefeitura de São Luís.

A gestão de Braide emitiu nota informando que regulamentação necessária havia atrasado o recurso do auxílio federal ao transporte público.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.