Em São Luís

Preso suspeito de assassinar corretor de imóveis a tiros após discussão

O homem trabalhava como vigilante de um pet shop e discutiu com a vítima, o corretor de imóveis Dino Márcio Pinho, após a compra de uma ração.

Imirante.com

- Atualizada em 18/08/2022 às 20h54
Dino Márcio Pinho Rosa Formiga tinha 47 anos e foi morto após discutir com um vigilante.
Dino Márcio Pinho Rosa Formiga tinha 47 anos e foi morto após discutir com um vigilante. (Foto: Reprodução)

SÃO LUÍS - Nesta quinta-feira (18) a Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) prendeu um homem suspeito de ter assassinado o corretor de imóveis Dino Márcio Pinho Rosa Formiga, de 47 anos, no estacionamento de um pet shop em São Luís. O crime aconteceu em maio deste ano.

Leia também:

Homem é morto após discutir com vigilante de pet shop no bairro Cohama, em São Luís

Inquérito que investiga a morte de corretor de imóveis não foi concluído no MA

Suspeito de matar a tiros corretor de imóveis é preso na capital

Segundo informações da Polícia Civil, o homem que trabalhava como vigilante no estabelecimento, foi preso no bairro Jardim Tropical. Ele havia saído da casa da sogra e seguia para a residência onde morava.

Em maio ele havia sido preso, temporariamente, mas foi solto após o prazo de 30 dias. Entretanto, a polícia apresentou um novo pedido de prisão preventiva, que foi aceito pelo Poder Judiciário em julho, após manifestação do Ministério Público.

Após ser preso, o homem confessou o crime e acrescentou mais detalhes sobre o que aconteceu no dia do crime. O vigilante e o corretor de imóveis discutiram após Dino Márcio reclamar sobre o tipo de ração que foi vendida para ele.

Segundo o delegado Ivônio Ribeiro, da Delegacia de Homicídios da Área Norte da Superintendência de Homicídios e Proteção a Pessoa (SHPP), o inquérito será encaminhado para o Poder Judiciário e ao Ministério Público, devido ao fim das investigações.

O crime

O delegado Felipe César, da SHPP, declarou que o corretor de imóveis teria ido ao pet shop, na Cohama, com o objetivo de trocar uma ração de gato quando teve início um desentendimento com o vigilante desse estabelecimento comercial.

A discussão se prolongou até a parte externa da loja quando o vigilante realizou vários disparos de arma de fogo contra Dino Márcio. O corretor de imóveis ainda foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vinhais, mas, chegou sem vida. O suspeito conseguiu fugir e levou a arma.


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.