Incêndio

Transporte público: 14 ônibus destruídos por fogo em menos de um mês na capital maranhense

O último caso foi de um o coletivo, da linha Coroadinho-Bom Jesus, e aconteceu na avenida dos Franceses, no bairro Anil.

Imirante.com

- Atualizada em 04/08/2022 às 15h45
O coletivo da linha Coroadinho-Bom Jesus ficou destruído após o incêndio na via.
O coletivo da linha Coroadinho-Bom Jesus ficou destruído após o incêndio na via. (Foto: Douglas Pinto/TV Mirante)

SÃO LUÍS -  Em menos de um mês, 14 ônibus do transporte coletivo já pegaram fogo em São Luís. O último caso aconteceu na manhã nesta quinta-feira (4), na avenida dos Franceses, no bairro Anil, em um coletivo que fazia linha Coroadinho-Bom Jesus.

Leia também

Ônibus pega fogo na avenida Guajajaras, e passageiros saem às pressas

Vídeo: incêndio em garagem de ônibus, em São Luís, deixa mais de dez veículos destruídos

Ônibus com 21 passageiros tomba na BR-135, em São Luís

As causas do incêndio não foram informadas pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), porém o motorista do ônibus afirmou que o fogo começou após um problema no motor do veículo.

"O motorista relatou que foi um problema no motor. Ele parou o veículo no meio da via, o motor estava com problema e causou o incêndio. Depois disso, devido aos danos causados pelo incêndio, acabou perfurando o tanque de combustível", informou o tenente Domires, do Corpo de Bombeiros.

O ônibus ainda derramou óleo na pista, e o restante do combustível foi retirado para que o coletivo fosse removido do local. O Corpo de Bombeiros lavou a pista, e os agente de trânsito usaram areia e pó de serragem para cobrir a sujeira deixada pelo óleo.

No momento do incêndio, estavam no ônibus o motorista, o cobrador e mais 10 passageiros. O fogo começou no motor e destruiu todo o veículo. Todas as pessoas conseguiram sair do coletivo e não houve registro de feridos.

Os bombeiros foram acionados e conseguiram apagar o incêndio. Os passageiros foram colocados em um outro coletivo para seguir viagem. Os policiais militares e os agentes municipais de Transportes controlaram o trânsito nessa via para evitar acidentes.

Guajajaras

No dia 13 do mês passado, o ônibus da linha Cidade Olímpica-São Francisco pegou fogo na avenida Guajajaras, no São Cristóvão. O incêndio começou na parte da frente do veículo e houve tumulto.

Ninguém ficou ferido. Os funcionários de uma loja conseguiram controlar a chama até a chegada dos bombeiros militares. O ônibus ficou destruído e tinha sido fabricado no ano de 2015. O trânsito na via foi controlado por policiais militares.

Garagem

Um incêndio, que aconteceu na madrugada do dia 6 de julho deste ano, na garagem da empresa Ratrans, no Anil, resultou em 12 ônibus destruídos. O Corpo de Bombeiros Milita informou que o incêndio iniciou após um motorista ter estacionado um ônibus que, sem razão aparente, começou a pegar fogo. 

As chamas se alastraram no local e atingiu os outros 11 coletivos que ficaram destruídos. Os bombeiros foram chamados. Um total de sete viaturas de combate a incêndio foram deslocadas para o local para conter o fogo. Não houve registro de pessoas feridas.

Casos de incêndio a coletivos na Ilha

Dia 6 de julho de 2022: um incêndio na garagem da empresa Ratrans deixou 12 ônibus destruídos.

Dia 13 de julho de 2022: um coletivo da linha Cidade Olímpica – São Francisco pegou fogo na avenida Guajajaras, no São Cristóvão.

Dia 4 de agosto de 2022: houve incêndio no ônibus Coroadinho-Bom Jesus, na avenida dos Franceses, no Anil.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.