Debate

CPI do Transporte ainda fará audiência pública antes de relatório final

Vereadores elaboraram um cronograma que inclui uma audiência pública para ouvir usuários, rodoviários e empresários além do poder público para definir as falhas e soluções.

Imirante com informações da assessoria

Vereadores membros da CPI decidiram fazer uma audiência pública em junho
Vereadores membros da CPI decidiram fazer uma audiência pública em junho (Fabrício Cunha)

SÃO LUÍS - A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte Público vai realizar audiência pública, no próximo dia 9 de junho, para discutir o modelo, as diretrizes e a gestão do sistema, conforme cronograma definido durante mais uma reunião com os membros do colegiado.

De acordo com o secretário da CPI, vereador Octávio Soeiro (Podemos), a intenção é ouvir todos os segmentos envolvidos no sistema para identificar os problemas e apontar soluções.

“A reunião serviu para traçar um cronograma. Ficou definido que no dia 9 de junho, será realizado uma grande audiência pública com a sociedade civil organizada e as entidades representativas visando ouvir os anseios da população”, declarou.

Segundo o parlamentar, motoristas, cobradores, usuários do serviço, especialistas e demais envolvidos devem ser ouvidos durante o evento. Além disso, ele destacou que o encaminhamento do encontro será anexado ao relatório do colegiado.

“Além de traçar um cronograma, a reunião serviu também para buscar a finalização das investigações. A CPI entende que é preciso buscar os pontos cruciais apontados pela população para que possamos anexar ao relatório que será encaminhado ao Ministério Público e aos órgãos competentes”, completou Soeiro.

O debate acontecerá no plenário Simão Estácio da Silveira, mas o horário da audiência pública ainda não foi definido. O evento contará com representantes da Prefeitura, do judiciário, das empresas de ônibus, de cooperativas de transporte, trabalhadores, especialistas, usuários, servidores públicos e veículos de comunicação social. Todos os presentes poderão se manifestar durante a audiência pública, contribuindo com as investigações.

Para discutir o transporte público ideal para a capital maranhense, a CPI pretende abordar temas como as características do modelo implantado como bacias e tronco alimentador; custos do sistema, incluindo tarifa usuário, tarifa técnica e gratuidade; qualidade, eficiência, fiscalização, controle, dentre outros assuntos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.