Em São Mateus

Pastor é preso suspeito de estuprar criança de 11 anos

Conforme investigações, o suspeito abusou sexualmente por quase um ano da criança que frequentava sua Igreja.

Imirante.com, com informações da PCMA

- Atualizada em 06/05/2022 às 15h20
Ainda segundo informações da Polícia Civil, o acusado aproveitava que a criança ficava em sua casa brincando com suas enteadas para passar a mão nas partes íntimas.
Ainda segundo informações da Polícia Civil, o acusado aproveitava que a criança ficava em sua casa brincando com suas enteadas para passar a mão nas partes íntimas. ( Foto: Divulgação)

SÃO MATEUS DO MARANHÃO – A polícia cumpriu um mandado de prisão contra um pastor, que não teve o nome revelado, suspeito de estupro de vulnerável contra uma menina de 11 anos, na cidade de São Mateus, interior do Estado. A prisão foi realizada pela Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de São Mateus, pertencente à 16ª Delegacia Regional de Bacabal.

Leia também:

Ex-vereador de Barra do Corda é preso suspeito de estupro de vulnerável

Dois suspeitos de estupro de vulnerável são presos no Maranhão

Tio e avó são presos suspeitos de estupro de vulnerável

Conforme investigações, o suspeito abusou sexualmente por quase um ano da criança que frequentava sua Igreja. De acordo com a polícia, ele é pastor de uma igreja evangélica em São Mateus do Maranhão.

Ainda segundo informações da Polícia Civil, o acusado aproveitava que a criança ficava em sua casa brincando com suas enteadas para passar a mão nas partes íntimas da menina e beijar a vítima. O homem ainda perguntava para a criança se ela estava gostando de seus atos.

O acusado estava prestes a fugir da cidade de São Mateus, pois alguns moradores do município já comentavam sobre os abusos, informou a polícia.

Após os procedimentos de praxe, o preso será encaminhado à devida UPR onde ficará à disposição da Justiça.

 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.