Movimento grevista

Professores em greve fazem passeata na manhã desta segunda-feira em São Luís

O movimento teve concentração em frente à Igreja do São Francisco, às 8h.

Imirante.com

- Atualizada em 25/04/2022 às 10h34
Passeata de professores toma avenida Castelo Branco, no São Francisco. Foto: Paulo Soares/Grupo Mirante.
Passeata de professores toma avenida Castelo Branco, no São Francisco. Foto: Paulo Soares/Grupo Mirante.

SÃO LUÍS – Os professores da rede municipal realizam uma passeata na manhã desta segunda-feira (25) para chamar atenção para a greve da categoria. O movimento teve concentração em frente à Igreja do São Francisco, às 8h.

No percurso, os professores programaram uma parada em frente à Secretaria de Educação (Semed) na avenida Castelo Branco e de lá seguem pela ponte José Sarney rumo à Câmara de Vereadores.

Categoria está em greve desde o dia 18 deste mês. Paulo Soares/Grupo Mirante.
Categoria está em greve desde o dia 18 deste mês. Paulo Soares/Grupo Mirante.

O Sindicato dos Profissionais do Ensino Público de São Luís (Sindeducação) informou que a categoria rejeitou a última proposta de reajuste da Prefeitura de São Luís.

A decisão aconteceu após uma audiência de conciliação no Tribunal de Justiça do Maranhão, onde a Secretaria Municipal de Educação de São Luís (Semed) apresentou uma proposta de 10,06% de reajuste para os professores que recebem acima do piso salarial. Para os professores que recebem abaixo do piso, a prefeitura diz que mandou à Câmara Municipal a proposta de reajuste em 33%.

Leia mais:

Braide explica impactos financeiros com previsão de reajuste de servidores públicos

Greve dos professores: Braide critica SindEducação e Duarte Júnior

Sindicato rejeita proposta da Prefeitura e greve dos professores continua

Professores da rede municipal deflagram greve em São Luís

Segundo a secretaria, o reajuste será destinado para os servidores ativos, inativos e pensionista de nível superior, respeitando a realidade orçamentária do município e garantindo a valorização dos profissionais.

Prefeito explica impactos financeiros em coletiva

Em coletiva com alguns veículos de comunicação, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (sem partido), apontou dados sobre o reajuste salarial dos servidores públicos e também sobre os impactos nos cofres públicos com a proposta de reajuste para os professores de 10,06%. Segundo o prefeito, o impacto somente com os 33,24% do piso do magistério é de cerca de R$ 60 milhões.

O prefeito falou sobre a proposta de reajuste se servidores sem detalhar ao certo quais os funcionários do município que terão reajuste de 8% conforme anunciado por Braide no início desta semana.

Sobre impactos, Eduardo Braide comentou somente sobre o que tem previsto com a adoção do piso salarial do magistério para cerca de 800 professores, cujo projeto tramita na Câmara Municipal de São Luís.

O impacto financeiro e orçamentário, que foi estipulado pela Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan), após análise das receitas de que o município dispõe, será de R$ 60,3 milhões.

Sobre a quantidade de professores que terão o reajuste de 33,24%, o prefeito explicou que, conforme novo piso nacional estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC) ao magistério, é devido apenas aos profissionais que estão recebendo inferior a R$ 3.845,63 (para jornada de 40h semanais) e a R$ 1.922,81 (para jornada de 20h semanais), conforme entendimento manifestado em parecer do Ministério Público do Maranhão, também apresentado pelo prefeito durante a coletiva para alguns veículos de comunicação.

A proposta ainda tramita na Casa, no entanto, há resistência para a análise por questões referentes aos professores que reivindicam o mesmo percentual (são cerca de quase 8 mil docentes) e devido às dificuldades políticas do prefeito na Câmara da capital.

Greve

Os professores aprovaram no último dia 8 de abril o início do movimento paredista. A categoria reivindica em sua campanha salarial atualização do piso nacional (de 33,24%) para professores com Nível Médio e a repercussão em toda tabela salarial do magistério, com 36,56% de reajuste para todos os professores com Nível Superior.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.