Apreensões

Duas motocicletas, com sinais de adulteração, são recuperadas pela PRF em São Luís e Caxias

Veículos foram recuperados nas BRs 135 e 316.

Imirante.com, com informações da PRF

- Atualizada em 20/04/2022 às 13h57
Motocicleta apreendida em São Luís.
Motocicleta apreendida em São Luís. (Divulgação / PRF)

SÃO LUÍS – Duas motocicletas, com sinais de adulteração, foram recuperadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nessa terça-feira (19). As abordagens, que resultaram na apreensão dos veículos, aconteceram nas BRs 135 e 316, em São Luís e Caxias, respectivamente.

Leia também:

Motocicleta roubada é apreendida no município de Açailândia

Homem é preso suspeito de roubar duas motocicletas em Barreirinhas

Arma de fogo e motocicleta com restrição de roubo são apreendidas no MA

A primeira motocicleta foi recuperada por volta das 10h, no km 1 da BR-135, trecho urbano de São Luís. De acordo com a PRF, agentes da corporação deram ordem de parada ao veículo que não ostentava placa de identificação veicular.

Ainda segundo a PRF, foi feita verificação nos elementos identificadores do veículo e constatada alteração grosseira em alguns deles. A PRF informou que o condutor apresentou uma fotografia que ele mesmo tirou do documento que informava que a motocicleta era de leilão e que não correspondia ao veículo abordado. Ele informou que comprou a moto de uma pessoa que conheceu por meio de um site de compra e venda.

Caxias

A segunda motocicleta foi apreendida na parte da tarde, nas imediações do km 446 da BR-316, em Caxias, município distante 367 km da capital maranhense. O veículo foi abordado por uma equipe da PRF e estava sem retrovisores.

De acordo com a PRF, os agentes também averiguaram que o condutor não era habilitado. Foi constatado também que também constatou evidências de que o referido veículo se tratava na verdade de outra motocicleta, sem registro no órgão de trânsito.

O condutor da motocicleta foi submetido a exame de alcoolemia, que não constatou presença de álcool. Contudo, foi constatada a condução anormal do veículo, haja vista que a motocicleta não dispunha de retrovisores, impossibilitando a correta dirigibilidade do veículo, com risco à segurança viária e perigo de dano para a coletividade.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.