Criminalidade

Mais de trinta pessoas foram mortas a tiros em janeiro na Grande Ilha

A média foi de sete assassinatos por semana no decorrer do mês passado na Região Metropolitana de São Luís e, segundo a polícia, 39 mortes violentas ocorreram em dezembro do ano passado.

Imirante.com

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h27
O agente de endemia foi morto a tiros no bairro do João Paulo
O agente de endemia foi morto a tiros no bairro do João Paulo (Divulgação)

SÃO LUÍS - A violência continua alta na Região Metropolitana de São Luís. Trinta e uma pessoas foram mortas a tiros ou por arma branca na Ilha durante o primeiro mês deste ano, segundo a polícia. Uma média de sete assassinatos por semana e, de acordo com os dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), no último mês de 2021, a polícia registrou 39 mortes violentas.

Somente no dia 31 de janeiro, quatro pessoas foram mortas na Ilha. Um dos casos ocorreu no bairro do João Paulo, e tendo como vítima um agente de endemias e professor de violão, identificado como Deiranilson de Jesus Martins, de 30 anos.

A polícia informou que a vítima estava sentada em uma calçada de uma residência, localizada na rua da Cerâmica, com um celular nas mãos quando foi abordada por um casal, sendo que a mulher estava utilizando uma farda de uma empresa de telefonia móvel.

Ela teria descido da moto e exigido o celular da vítima. Em seguida, a mulher efetuou dois tiros que atingiram a axila de Deiranilson de Jesus, que morreu no local. O casal fugiu em uma motocicleta azul.

O caso está sendo investigado pela como latrocínio (roubo seguido de morte) pela equipe da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP) e no período da manhã desta terça-feira (1) foi localizada, no Retiro Natal, a motocicleta utilizada pelos suspeitos.

A outra morte ocorrida nesse dia teve como vítima José Luís de Jesus Serra, idade não revelada. Segundo a polícia, ele estava discutindo com um homem, identificado como Loirinho, no Centro, e acabou sendo golpeado de faca. Os populares levaram José Serra ao Socorrão I, no Centro, mas morreu antes de ser submetido a tratamento cirúrgico. A Polícia Civil investiga o caso.

Leia também em:

Dois homicídios são registrados na manhã desta segunda-feira (31) em São Luís

Suspeito de ter matado uma mulher é solto pela Justiça em menos de 24 horas

Confronto

No período da tarde do dia 31, duas pessoas foram mortas durante confronto policial. Um deles foi Ivaldo Lima Maciel Júnior, de 47 anos. Segundo a polícia, ele é suspeito de ter participado em companhia de outros três homens de um assalto a uma loja de peças de motocicletas, no Geniparana, área da Cidade Operária.

A outra pessoa morta ao trocar tiros com a polícia foi um adolescente, de 16 anos, na Vila Real, área do São Raimundo. Em poder do menor de idade, a polícia apreendeu um revólver calibre 38 e munições.

Pessoas mortas durante o mês de janeiro deste ano na Grande Ilha

Sebastião Victor Cunha Mendes, de 21 anos

Mateus Alves Gomes, de 20 anos

José Adailton Coelho, de 49 anos

Elinaldo Sousa, de 30 anos

Raul Pinheiro Garcez, de 18 anos

Adolescente, de 16 anos

Adeilson Miranda Oliveira, de 33 anos

Mábio Rodrigues Cabral, 32 anos

Daniel Arcângelo Arouche dos Santos, de 19 anos

Estéfano Garcez dos Santos, de 24 anos

Marcos Paulo Martins Pereira, de 26 anos

Francinaldo Diniz Almeida, de 36 anos

Francinaldo Gomes Soeiro, de 27 anos

Vanilson Gomes Soeiro, de 32 anos

Erison Márcio Souza Everton, de 41 anos

Francisco de Assis da Costa, de 61 anos

Sidney Ferreira Paixão, de 32 anos

José de Ribamar Bezerra Marques, de 46 anos

Antônio Moreira de Aguiar Filho, de 30 anos

José Ribamar Costa Abreu, de 51 anos

José Williams da Conceição Sousa, de 24 anos

Yuri Viana Nunes, de 18 anos

Maysa Silva Santos, de 34 anos

Elias Ruben Mendes Filho, de 34 anos

Adolescente, de 13 anos

Paulo Cícero Marques da Silva, de 22 anos

Giuliano Bruno Sales Policheti, de 30 anos

Ivaldo Lima Maciel Júnior, de 47 anos

Adolescente, de 16 anos

Deiranilson de Jesus Martins, de 30 anos

José Luís de Jesus Serra, idade não revelada

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.