Reivindicação

Servidores esperam reajuste de 11% e diálogo com o Executivo este ano

Sindicato dos Servidores Municipais de São Luís reivindicam abertura de canal de negociação para ajustar seis anos sem aumento salarial.

Clóvis Cabalau

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h32

SÃO LUÍS - O vice-presidente do Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais (Sinfusp), Rodrigo Sodré, afirmou, em entrevista ao Imirante, que a categoria vai lutar por 11% de reajuste salarial este ano. O percentual foi definido durante assembleia geral da categoria, realizada em dezembro do ano passado.

Sodré detalhou os principais pontos da assembleia e não descartou a possibilidade de paralisações em setores do serviço público, caso não seja aberto um canal de diálogo com o Executivo municipal. Veja acima, a íntegra da entrevista.

Sobre reajuste salarial e outras reivindicações, um grupo de servidores interpelaram o prefeito Eduardo Braide, na semana passada, durante a entrega de uma ala do Socorrão II reformada pela Prefeitura. O prefeito sinalizou possibilidade de diálogo, mas sem prometer, diretamente, que haverá reajuste salarial.

“Claro que vamos ter o momento de conversar e discutir a situação do servidor, mas precisamos fazer isso com responsabilidade. Preciso saber de onde vai sair o recursos, se não vai comprometer outras áreas. De mim, vocês têm o compromisso, sempre, de valorização do servidor. Tudo que a lei e as finanças permitirem, nós faremos”, afirmou o prefeito.

Os servidores lembraram que durante todo o primeiro ano da atual gestão foram encaminhados ofícios à Prefeitura com o pedido de audiência, para tratar de reajuste, mas sem qualquer resposta da Prefeitura.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.