Investigação

CPI do Transporte Público aprova regimento de trabalho na Câmara de SL

Membros da comissão aprovaram ainda convite para que ex-secretário de Trânsito da capital, Canindé Barros, e ainda o relator da CCL, Andros Renquel, apresentem informações sobre o processo de licitação

Imirante com informações de assessoria

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h51
Membros da CPI aprovaram convites para testemunhas falarem sobre processo de licitação
Membros da CPI aprovaram convites para testemunhas falarem sobre processo de licitação (Fabrício Cunha/ Câmara de SL)

Os vereadores que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte da Câmara Municipal de São Luís aprovaram na primeira reunião ordinária, realizada na tarde da terça-feira, 14, o regimento interno que vai nortear os trabalhos investigatórios.

Além do regimento interno, o colegiado discutiu o cronograma de trabalhos e aprovou dois requerimentos com convites para que testemunhas prestem esclarecimentos sobre os temas investigados pela CPI.

Os convidados foram o relator da Central Permanente de Licitação do Município de São Luís (CPL), Andros Renquel Melo Graciano de Almeida, e o ex-secretário de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, que foram gestores que estiveram à frente do processo de licitação do transporte público na capital em 2016.

Agenda

A próxima reunião da CPI será no próximo dia 21. A comissão terá o prazo máximo de 60 dias para conclusão de seus trabalhos, com a possibilidade de prorrogação por mais dois meses.

O presidente Chico Carvalho (PSL) descarta, neste momento, convidar ou convocar as empresas concessionárias para falar sobre o assunto. Nesta etapa preliminar, o objetivo, segundo ele, é o de solicitar e de reunir o maior número de documentos e informações sobre o processo de licitação.

Mais

Desistência da CPI

Por fim, foi lido o pedido de desistência da vereadora Karla Sarney (PSD) que integrava o colegiado como suplente. Agora, conforme ficou destacado, caberá ao presidente da Câmara, Osmar Filho (PDT), realizar uma consulta junto aos partidos com representação na Casa, para indicar o substituto da parlamentar.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.