Operação policial

Após onda de violência e mortes, polícia realiza operação na Grande Ilha de São Luís

Operação Ilha Segura, comandada pela SSP, conta com mais de 200 policiais militares.

Imirante.com, com informações do g1 Maranhão

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h21
Operação Ilha Segura está sendo realizada nos quatro municípios da Grande Ilha.
Operação Ilha Segura está sendo realizada nos quatro municípios da Grande Ilha. (Reprodução / Redes Sociais)

SÃO LUÍS - A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) realiza, nesta sexta-feira (22), a Operação Ilha Segura nos quatro municípios da Grande Ilha: São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar. A ação acontece após a morte de três policiais militares no intervalo de uma semana no Maranhão e o assassinato de sete pessoas durante a noite de quinta-feira (21), em São Luís.

Leia também:

Noite de correria e tiroteio resulta em mortes e vítimas feridas em São Luís

Polícia contabiliza sete mortos e oito feridos em noite violenta na Grande São Luís

Em entrevista ao g1 Maranhão, o comandante da Polícia Militar no Maranhão, coronel Pedro Ribeiro, informou que a Operação Ilha Segura está sendo realizada com 210 policiais militares, contando com o apoio da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiro. "A operação será realizada durante 24h, com revezamento de efetivo, e consiste em executar o policiamento ostensivo e preventivo, caso haja necessidade, de forma repressiva, a fim de refletir em sensação de segurança", declarou o coronel.

Insegurança

Durante a noite de quinta-feira (21) e a madrugada desta sexta-feira (22), homens armados em veículos e motocicletas praticaram sete homicídios e deixaram oito pessoas feridas nos bairros Alemanha, Cruzeiro do Anil, João de Deus e Cidade Olímpica, em São Luís, e Parque Jair e Alto do Turu, em São José de Ribamar.

As vítimas que foram a óbito são: Paulo Rogério Nogueira da Silva, 27 anos, assassinado a tiros no bairro da Alemanha; Werberth de Carvalho Cascas, 35 anos, morto na Vila Conceição, no bairro João de Deus; Matias dos Santos Assunção, de 20 anos, assassinado no Alto do Turu; Nataniel Soeiro Costa, de 44 anos, Leandro dos Santos Silva, 18 anos; e uma terceira pessoa de 25 anos ainda não identificada, foram mortas no bairro Parque Jair; a sétima vítima morta foi Mykael Pereira dos Santos, de 18 anos, assassinado na Cidade Olímpica.

Os casos estão sendo investigados pela Superintendência Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (SHPP).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.