Prisão

Suspeito de roubo a banco é preso na Baixada Maranhense

Um dos alvos do detido foi o Sicoob de Santa Inês e a polícia ainda apreendeu uma pistola 380 com a numeração raspada.

Imirante.com

Em poder do detido, a polícia apreendeu uma pistola 380.
Em poder do detido, a polícia apreendeu uma pistola 380. (Foto: Divulgação)

PALMEIRÂNDIA - Um dos suspeitos do assalto ao banco Sicoob de Santa Inês, nome não revelado, foi preso nesta quarta-feira (22), no município de Palmeirândia, Baixada Maranhense. Em poder do detido, a polícia apreendeu uma pistola 380 com a numeração raspada.

Leia também em: 

Idoso armado se passa por cliente, entra em banco e realiza assalto em Santa Inês

Banco da cidade de Joselândia é explodido por grupo criminoso

A prisão foi em cumprimento de ordem judicial e sendo feita pela equipe da Superintendência de Investigações Criminais (Seic). Segundo a polícia, o detido foi ouvido na delegacia de Pinheiro e, logo após, encaminhado para o presídio. As incursões continuam sendo realizadas pela polícia para prender os outros envolvidos nessa empreitada criminosa.

Ainda de acordo com a polícia, o Sicoob de Santa Inês foi roubado na tarde do dia 13 de maio deste ano. Um idoso se passou por cliente e fingiu estar com o braço quebrado e imobilizado para não passar pela porta detectora de metais da agência bancária.

Logo que teve acesso ao banco, o idoso portando uma arma de fogo anunciou a empreitada criminosa. Ele primeiramente tomou a arma do segurança, em seguida, dominou os funcionários e chamou os outros criminosos. O bando conseguiu fazer um verdadeiro arrastão no local.

Mais caso

No último dia 20, uma tentativa de assalto ao Sicoob da cidade de São Mateus do Maranhão resultou na morte do fugitivo do Piauí, Nilton César Aguiar, de 42 anos, como deixou ferido o vigilante desse banco.

A polícia informou que Nilton César é um dos dez criminosos que fugiram no dia 5 de abril deste ano da penitenciária Professor José Ribamar Leite, antiga Casa de Custódia de Teresina, capital piauiense.

Ele também é suspeito de ter participado do sequestro de um comerciante, nome não revelado, no dia 13 de abril deste ano, na cidade de Castelo do Piauí como ainda da morte do policial militar Erivan Mesquita Silva, de 38 anos, ocorrido em 2015, na capital piauiense.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.