Golpe

Cartórios de Protesto do Maranhão alertam sobre golpe da falsa cobrança de dívida

Segundo o IEPTB-MA, o documento informa que a pessoa está com dívidas a serem pagas, caso o contrário, irá ser protestada.

Divulgação / IEPTB-MA

- Atualizada em 08/08/2022 às 20h38
O IEPTB-MA alerta à população maranhense para o novo golpe da falsa cobrança de dívida. (Foto: Reprodução)
O IEPTB-MA alerta à população maranhense para o novo golpe da falsa cobrança de dívida. (Foto: Reprodução)

MARANHÃO - O Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil – Seção Maranhão (IEPTB-MA) alerta à população maranhense para o novo golpe da falsa cobrança de dívida supostamente realizada pelos Cartórios Extrajudiciais.

Segundo o IEPTB-MA, os golpistas estão enviando documentos que imitam uma intimação de protesto para as vítimas. O documento informa que a pessoa está com dívidas a serem pagas, caso o contrário, irá ser protestada.

O documento falso vem com o brasão da República e traz informações e dados pessoais verdadeiros sobre o suposto devedor, além de referências à Leis Estaduais sobre o Protesto de Títulos. A cobrança vem em nome de um suposto órgão intitulado de Serviço Notarial de Títulos e Protesto, empresa de fachada que os golpistas abriram para receberem os pagamentos. Além disso, os estelionatários emitem boletos que devem ser pagos via PIX e o pagamento é encaminhado a essa empresa falsa.

O documento falso vem com o brasão da República e traz informações e dados pessoais verdadeiros sobre o suposto devedor. (Foto: Divulgação)
O documento falso vem com o brasão da República e traz informações e dados pessoais verdadeiros sobre o suposto devedor. (Foto: Divulgação)

Segundo Christian Carvalho, Superintendente do IEPTB-MA, esse golpe já vem sendo realizado a bastante tempo em todo o Brasil, no entanto, os golpistas vêm, diariamente, se aperfeiçoando na aplicação do golpe, deixando o crime cada vez mais difícil de ser percebido pelas pessoas. “Esse golpe já prejudicou milhares de pessoas em todo o país, que pagam as supostas dívidas para esses cartórios falsos”, frisou. Veja a matéria feita pelo Jornal da Record em São Paulo: https://www.youtube.com/watch?v=3RHKm7rml0E

Ele ressalta ainda que as pessoas têm como se proteger desse golpe. “Caso ela receba alguma intimação, seja por meio postal ou eletrônico, recomendamos que ela confirme a veracidade da notificação. Essa verificação pode ser feita através do contato com o cartório ou por meio do site: www.CentralDoProtesto.com.br. Nesse site, o cidadão pode verificar, de forma gratuita, se o CPF ou CNPJ está realmente protestado”.  

Através do site, o cidadão pode verificar a existência de protestos em seu nome ou da sua empresa. Se tiver protesto, o site disponibiliza onde foi protestado e o contato do cartório para que a pessoa busque mais informações.

Outro ponto que merece atenção é o prazo do protesto. Quando uma pessoa é intimada a pagar uma dívida através dos Cartórios de Protesto, ela tem até três dias úteis para fazer o pagamento, mas no caso do falso golpe, os estelionatários exigem que o pagamento seja imediato. 

Christian Carvalho reforça a importância de verificar todas as informações antes de fazer qualquer pagamento e faz ainda um alerta para que as pessoas que forem vítimas desses golpistas procurem as autoridades competentes e denunciem o crime, a fim de reduzir as ações dessas quadrilhas em todo o país.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.