Caso Bruno Calaça

Advogado indiciado na morte de Bruno Calaça é solto outra vez em Imperatriz

Ricardo Barbalho foi indiciado por ameaça e lesão corporal.

Tatyna Viana / Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h01
O advogado Ricardo Barbalho.
O advogado Ricardo Barbalho. ( Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ - O advogado Ricardo Barbalho, indiciado no assassinato do médico Bruno Calaça por ameaça e lesão corporal que resultou na morte da vítima, foi solto na terça-feira (19), por decisão do juiz Marco Antônio, da 2 Vara Criminal de Imperatriz. A defesa de Ricardo informou que pediu a soltura por falta de elementos para sustentar a prisão preventiva e conseguiu a liberdade do acusado condicionada a medidas cautelares, entre elas o uso de tornozeleira eletrônica e a permanência dele na cidade.

Outros dois indiciados no caso são o policial militar Adonias Sadda, que continua preso por atirar contra o médico, e o empresário Waldex Cardoso, que também aparece na cena do crime.

Bruno Calaça foi assassinado em uma boate de Imperatriz no dia 26 de julho. O advogado Ricardo Barbalho já havia sido solto em agosto e foi novamente preso no mês passado, a pedido do Ministério Público.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.