Caso Pedro Ventura

DNA comprovará se vestígio de sangue é de Pedro Ventura

O microempresário de Imperatriz está desaparecido há dois meses.

Diana Cardoso / Imirante Imperatriz

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h38
O microempresário Pedro Ventura está desaparecido há dois meses.
O microempresário Pedro Ventura está desaparecido há dois meses. (Divulgação/Imirante Imperatriz)

IMPERATRIZ – As fotos tiradas pela perícia nos cômodos da residência do microempresário Pedro Ventura mostram que apesar da casa ter sido lavada, há suspeita de que os vestígios de sangue humano encontrados na residência, possam ser da vítima desaparecida.

Nesta quarta-feira (21), faz exatamente dois meses que Pedro Ventura, está desaparecido. A vítima foi vista pela última vez no dia 21 de agosto, na rua Minas Gerais, bairro Maranhão Novo, com a ex-mulher, na qual havia se divorciado no dia anterior.

O delegado de polícia, Carlos Andrade, disse que será solicitado um exame de DNA para comprovar se o sangue é de fato do desaparecido.

Ainda segundo o delegado, imagens de câmaras de segurança da vizinhança mostram toda a movimentação da entrada e saída de Célia Ribeiro, da residência de Pedro Ventura.

A Polícia Civil prendeu no dia 10 de setembro o dentista Leonardo Mendes de Lima, ex-marido da namorada de Pedro e Célia Ribeiro Teotônio, ex-mulher do desaparecido. A Justiça expediu ainda, o Mandado de Prisão Temporária para Laércio Teotônio, irmão de Célia, que está foragido e de Daniel Teotônio Ribeiro, outro irmão da ex-companheira de Pedro Ventura.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.