Caso Pedro Ventura

Caso Pedro Ventura: apreendidas duas caminhonetes

Os veículos seriam de Pedro Ventura e do dentista Leonardo Lima.

Imirante Imperatriz

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h39
As caminhonetes foram identificadas, sendo uma de Pedro Ventura e outro de Leonardo Lima.
As caminhonetes foram identificadas, sendo uma de Pedro Ventura e outro de Leonardo Lima. (Foto: Divulgação/ Antônio Pinheiro)

IMPERATRIZ – A quase um mês do desaparecimento de Pedro Ventura, a Polícia Civil (PC) cumpriu um Mandado de Busca e Apreensão nas casas dos suspeitos de participação no sumiço do microempresário.

Os suspeitos foram o dentista Leonardo Mendes de Lima, que foi preso em sua Clínica no bairro Juçara e Célia Ribeiro Teotônio, ex-mulher do desaparecido. Segundo a polícia, os dois cumprem mandado de prisão temporário. Os dois foram presos em cumprimento a um Mandado de Prisão Temporária (30 dias).

A polícia, também, destacou que foi expedido o Mandado de Prisão Temporária para outro suspeito, Laércio Teotônio, irmão de Célia ex-companheira de Pedro, mas ele não foi encontrado.

De acordo com a polícia, além da prisão dos suspeitos, foram apreendidas duas caminhonetes, que foram identificadas, sendo uma de Pedro Ventura e outro de Leonardo Lima.

Na manhã dessa quinta-feira (10), amigos, parentes e uma comissão de advogados se reuniram com o delegado regional cobrando respostas para o crime.

A família tem acompanhado de perto o desenrolar das investigações e aguarda, aflita o desfecho do caso. O microempresário foi visto pela última vez na própria casa, no bairro Maranhão Novo, um dia após se divorciar, em 21 de agosto.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.