Covid-19

Senado adia reunião com Damares Alves sobre oposição a vacinação infantil

Ministra foi convocada para dar explicações sobre nota técnica emitida pelo ministério com posição contrária ao passaporte vacinal e à obrigatoriedade da vacinação infantil.

Agência Senado

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h02
Audiência ocorreria na tarde desta segunda-feira
Audiência ocorreria na tarde desta segunda-feira (Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

BRASÍLIA - A Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa (CDH) do Senado adiou a reunião com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. A audiência pública estava prevista para a tarde desta segunda-feira (21), mas foi adiada a pedido da ministra, que informou estar convalescendo de uma forte gripe.

A reunião deve ser remarcada para a próxima segunda (28), às 14h, segundo a assessoria de imprensa do presidente da CDH, senador Humberto Costa (PT-PE).

Damares foi convocada para dar explicações sobre nota técnica emitida pelo ministério com posição contrária ao passaporte vacinal e à obrigatoriedade da vacinação infantil contra a covid-19. O requerimento de convocação (REQ 4/2022-CDH) foi apresentado por Humberto Costa.

De acordo com Humberto, a nota técnica do ministério "não possui qualquer respaldo jurídico, não converge com renomadas pesquisas científicas e prejudica as ações tomadas pelos governos estaduais e municipais no combate à pandemia".

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.