Polêmica

Amber Heard acusa Johnny Depp de atrapalhar o andamento do divórcio

Atriz pediu a separação em maio deste ano após revelar ser vítima de violência doméstica.
Na Mira 27/07/2016 às 16h04

MUNDO – Mais um capítulo surge na polêmica separação de Amber Heard e Johnny Depp. Após revelar que o ator a agredia e publicar fotos mostrando o rosto machucado, agora Amber afirma que o Depp está atrapalhando propositalmente o processo de divórcio.

De acordo com a revista People, os advogados da atriz apresentaram nessa terça-feira (26) documentos que comprovam que Johnny e sua equipe jurídica estão tentando “travar” o andamento do processo e que ele está “difamando [Heard] a cada momento”.

Esses documentos seriam em resposta às moções (propostas) dos advogados do astro apresentadas na semana passada, onde as mesmas pediam que qualquer informação descoberta durante o processo, incluindo declarações de testemunha e informações financeiras, permanecessem confidenciais. Foi solicitado, também, o sigilo de testemunhas e peritos, sendo que os mesmos teriam que assinar um acordo de confidencialidade. Para cada ordem descumprida, a atriz teria que pagar 100 mil dólares.

A publicação teve acesso aos documentos. Leia um trecho a baixo:

“[Depp] e a demanda de sua equipe a por em práticas esses dois acordos de confidencialidade que, se impostos, causam dificuldades financeiras e fardos em [Heard], são nada além de ameaças de [Depp] e demonstram suas contínuas tentativas de travar progressos nesse caso.”

“Na realidade, tem sido, e continua a ser Depp que se recusa a ser franco com a sua informação financeira e impediu a resolução deste caso”. Os documentos ainda dizem que o ator está “se recusando a cooperar com o andamento deste caso uma vez que se nega a fornecer os documentos financeiros mais básicos”.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.