Fenômeno

Tornado em Matões teve baixa capacidade destrutiva, segundo especialista

Hallan Cerqueira do Laboratório de Meteorologia da Uema falou sobre o fenômeno registrado no Maranhão no domingo (9).
Imirante.com11/01/2022 às 06h11

MATÕES – O tornado registrado no município de Matões, no último domingo (9), foi de baixa capacidade destrutiva, segundo o meteorologista Hallan Cerqueira do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

O fenômeno foi classificado na categoria F0, cuja velocidade máxima é de 117 km/h. “Esse fenômeno tem uma capacidade baixa de destruição, não provoca grandes destruições, derrubada de casa. O máximo que pode ocorrer é levantamento de telha, queda de galhos árvore”, explicou o especialista. Um tornado desta categoria dura em média 10 minutos.

Apesar disso, Hallan acrescenta que não é recomendável se aproximar de um tornado, embora muita gente queira registrar as imagens, porque os detritos arrastados pelo fenômeno podem machucar as pessoas.

Leia mais:

Especialista explica como se forma a neblina que cobriu São Luís

Neblina cobre vários pontos de São Luís e chama atenção

A formação de um tornado está associada a uma nuvem específica chamada cúmulo-nimbo. O especialista informou também que outros fenômenos deste tipo já foram vistos antes no Estado. Veja mais sobre o que disse Hallan Cerqueira no vídeo abaixo:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.