Pistolagem

Polícia e MPE fecham o cerco contra pistolagem em Santa Luzia

Operação conjunta, no fim de semana, levou para a cadeia sete homens. Dois ainda estão foragidos.
Imirante, com informações da TV Mirante 07/06/2010 às 07h22

SANTA LUZIA - As Polícias Civil e Militar e o Ministério Público Estadual (MPE) fecharam o cerco contra o crime de pistolagem na região de Santa Luzia do Tide. Uma grande operação no fim de semana levou para a cadeia sete homens. Segundo as investigações do Ministério Público e da polícia, eles são suspeitos de participar de uma quadrilha que matou o presidente de uma associação de moradores que denunciou o grupo.

Veja, ao lado, na reportagem de Honório Jacometto e Miguel Nery.

A região é abandonada pelas autoridades. Falta policiamento e a justiça é feira por conta própria. A maior parte dos moradores da cidade possuem armas. Sete moradores foram presos e todo o armamento apreendido na operação conjunta. A polícia ainda procura dois homens foragidos acusados de ter participação no assassinato do presidente da associação de moradores. Os moradores estão saindo da cidade com medo de serem ameaçados de morte.

O Ministério Público e a polícia investigam o dono da empresa que recebeu o dinheiro do Incra para a construção das casas, denunciado pelo presidente da associação de moradores assassinado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.