Feminicídio

Inquérito sobre mulher morta com tiro em ITZ será enviado à Justiça

Jocélio Kerllison Pereira Dantas, Suspeito de matar a esposa está à disposição da Justiça.
Imirante.com27/09/2018 às 11h04
Inquérito sobre mulher morta com tiro em ITZ será enviado à JustiçaJocélio Kerllison Pereira Dantas, suspeito de feminicídio. (Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ – O homem, identificado como Jocélio Kerllison Pereira Dantas, 35 anos, suspeito de assassinar a esposa com um tiro na cabeça, na última quarta-feira (19), em Imperatriz, já se encontra à disposição da Justiça. Ele foi preso ainda no dia do crime, na cidade de Peritoró, na região leste do Estado, a 546 km de Imperatriz.

Reveja:

Suspeito de matar companheira deve prestar depoimento

Preso homem que matou companheira com um tiro na cabeça

Jovem é assassinada com um tiro na cabeça pelo companheiro

Segundo a polícia, o suspeito estava em fuga para cidade de Cajazeiras, Estado da Paraíba, onde residem seus parentes. Em depoimento, ele alegou que o tiro que vitimou Jaini Ferreira Oliveira, 18 anos, foi acidental. No entanto, para a polícia, trata-se de um feminicídio.

O assassinato aconteceu durante uma briga do casal, ocorrida dentro de casa, no Setor Mercadinho. Parentes de Jaini disseram à polícia que o casal vivia um relacionamento marcado por brigas. Inclusive, havia se separado, tendo reatado há pouco tempo.

Após ter sido ouvido e cumpridos os procedimentos legais, Jocélio Kerllison Pereira Dantas foi conduzido para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI), onde ficará aguardando pronunciamento da Justiça. O inquérito será remetido à Justiça dentro de dez dias, tendo em vista que o acusado está preso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.