Prisões

Suspeitos de assaltos a banco no Tocantins são presos em Imperatriz

Na ação foram presos os indivíduos conhecidos como “Bebezão”, “Negão” e “Vadinho”.
Imirante.com / Imperatriz18/07/2018 às 17h45
Suspeitos de assaltos a banco no Tocantins são presos em ImperatrizAção criminosa de assalto a banco em Augustinópolis, no Tocantins aconteceu no último domingo (15). (Foto: divulgação)

AUGUSTINÓPOLIS - Mais três pessoas, integrantes da organização criminosa que tentou assaltar a agência do Banco do Brasil de Augustinópolis (TO) no último domingo (15), foram presas, por meio de uma ação articulada entre a Polícia Civil de Augustinópolis, Delegacia Especializada em Investigações Criminais de Palmas e do Grupo de Operações Especiais Táticas Especiais (Gote).

Leia também: Maranhenses são presos por suspeita de fraude no concurso da PM do Tocantins

Na ação foram presos os indivíduos conhecidos como “Bebezão”, “Negão” e “Vadinho”. A polícia ainda investiga a verdadeira identidade dos suspeitos. As prisões foram efetuadas por volta das 6h30 desta quarta-feira (18) na cidade de Imperatriz (MA), após as equipes policiais terem passado a madrugada em diligências. Dois dos presos já estavam de viajariam nesta manhã para Cuiabá.

Conforme o delegado Thyago Bustorff, que participou da operação, o primeiro a ser preso foi o “Bebezão”, que foi abordado em uma casa em Imperatriz. Ele estaria dando apoio a fuga de “Negão” e “Vadinho”, presos em um hotel nas imediações da antiga rodoviária, em Imperatriz.

Após as prisões, os três foram apresentados no Complexo da Polícia Civil de Augustinópolis, onde serão feitos os procedimentos de prisão em flagrante e, posteriormente, os presos serão encaminhados a Cadeia Pública local. Ao todo, foram presos sete integrantes da organização criminosa. Quatro foram presos no domingo pela Polícia Militar.

Além dos delegados Thyago Bustorff e Jacson Wutke de Augustinópolis, a operação contou com a participação do delegado Wanderson Chaves da Delegacia Especializada em Investigações Criminais de Palmas, e do Grupo de Operações Especiais Táticas Especiais (Gote).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.