Homenagem

Sônia Guajajara é homenageada com Medalha 18 de Janeiro

O evento será na Academia Imperatrizense de Letras, às 19h.
Imirante Imperatriz11/02/2016 às 22h05

IMPERATRIZ – O Centro de Promoção da Cidadania e Defesa dos Direitos Humanos Padre Josimo entrega, nesta sexta-feira (19), às 19h, a Medalha 18 de Janeiro a Sônia Guajajara. A honraria é em reconhecimento à luta de Sônia em defesa dos direitos humanos dos povos indígenas. O evento será na Academia Imperatrizense de Letras, localizada na rua Urbano Santos, Centro da cidade.

Atualmente, Sônia Guajajara é Coodernadora Executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) e tem se destacado na luta pelos direitos dos indígenas de todo o Brasil. Em 2015, a ela ganhou a honraria Cavaleiro da Ordem, da presidente da República, Dilma Roussef, pelo excelente trabalho e luta contra a PEC 215.

Também no ano passado, Sônia foi agraciada com a Medalha Honra ao Mérito do governador do Estado, pela grande articulação com os órgãos governamentais no período das queimadas na Terra Indígena Araribóia.

Sônia é do povo Tenetehara e nascida nas terras indígenas de Amarante de Maranhão. Dentre as demandas políticas dos povos indígenas no país, ela destaca a garantia de direitos, com destaque para a garantia do território.

Segundo o Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país tem, aproximadamente, 900 mil indígenas. Destes, 450 mil são mulheres e têm menos de 22 anos. A população indígena brasileira está dividida em 305 etnias que falam 274 línguas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.