Superação

Maranhense é contratado pelo UFC após luta histórica com nocaute

Caio Borralho agora faz parte da elite do MMA mundial.
Eduardo Lindoso/O Estado 20/10/2021 às 16h58
Maranhense é contratado pelo UFC após luta histórica com nocauteCaio Borralho venceu Jesse Murray por nocaute (Josh Hedges/Zuffa LLC)

SÃO LUÍS – “Brasileiro não desiste nunca”. Essa frase faz muito sentido quando paramos para contar a história do lutador maranhense Caio Borralho, 28 anos, que, em um intervalo de menos de um mês, conseguiu convencer o presidente do Ultimate Fighting Championship (UFC), Dana White, que merece uma vaga na elite mundial dos eventos de MMA. Explicando: Caio lutou, e venceu, há três semanas, Aaron Jeffery, no Contender Series (espécie de reality show de lutas), mas não convenceu Dana White que estava pronto para o UFC. No entanto, dias depois, em uma atitude pouco comum no esporte, o maranhense aceitou voltar ao octógono, em uma categoria acima da sua, para uma segunda chance, e venceu Jesse Murrayu, finalizando a luta em nocaute técnico. E após a vitória, Caio falou: “Ei, Dana, está interessado agora?”. E Dana não hesitou: “Vem aqui, garoto”. Assim Caio Borralho fez história e hoje faz parte da elite mundial do MMA.

Nesta terça-feira, 19, Caio Borralho lutou novamente, após frustração há três semanas, quando mesmo vencendo não foi chamado para o UFC, e na categoria peso-meio-pesado, fez uma grande apresentação diante de Jesse Murray, finalizando a luta com golpes no solo em apenas 1m41s. Como havia sido rejeitado dia antes pelo próprio Dana White, o maranhense não se conteve depois da vitória e brincou.

“Ei, Dana, está interessado agora? Eu fiz história hoje, sou o primeiro cara a lutar duas vezes na mesma temporada, em duas categorias diferentes de peso, e venci as duas. O que mais preciso fazer?”, disparou o lutador. Como Dana acompanha as lutas ao vivo no Contender Series ele tratou de responder. “Borralho, eu respeito muito você, que voltou e lutou, três semanas depois. Você estava incrível esta noite. Você o nocauteou, foi lá e gritou na minha frente. Vem para cá, garoto”, disse o empresário.

Depois de sua vitória, Caio Borralho ainda teve oportunidade de ver sua família e amigos vibrando, todos reunidos, com o feito alcançado por ele. E se emocionou. “Eu não vou chorar hoje porque me emocionei na primeira vez. Agora eu sei que mereço estar aqui, então essas pessoas, todos que me ajudaram a evoluir e melhorar”, disse.

Caio Borralho volta agora para São Luís nos próximos dias e, em seguida, deve seguir para os Estados Unidos, onde fica a sede do UFC.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.