Manipulação de resultados

Mateusinho, ex-Sampaio, é suspenso e pagará multa

Ex-lateral do clube maranhense foi julgado nesta terça-feira (6)

Imirante Esporte

- Atualizada em 07/06/2023 às 04h00
Ex-lateral do clube maranhense foi julgado nesta terça-feira (6)
Ex-lateral do clube maranhense foi julgado nesta terça-feira (6) (Ronald Felipe / Sampaio Corrêa FC)

RIO DE JANEIRO – O lateral-direito Mateusinho, primeiro ex-jogador do Sampaio Corrêa citado na Operação Penalidade Máxima (primeira etapa), realizada em fevereiro deste ano pelo Ministério Público de Goiás, foi suspenso por 720 dias e ainda pagará uma multa em R$ 70. A decisão, acompanhada pela reportagem do portal GE, foi por unanimidade.

Mesmo com a defesa do ex-atleta tricolor – que alegou que o ex-jogador do Sampaio veio com mãe, que registrou pressão alta e a origem de Mateusinho (ex-vendedor de quentinha no Rio de Janeiro), os auditores do Superior Tribunal de Justiça (STJD) entenderam que as provas estabelecidas pelo MP goiano relacionavam diretamente o atleta a um esquema, para o cometimento de pênaltis, em troca de dinheiro oferecido por sites de apostas esportivas.

Mateusinho foi citado após ter cometido um pênalti na partida entre Sampaio Corrêa e Londrina (PR), pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O lance aconteceu no fim do primeiro tempo e desperdiçado pelo time paranaense, o que não o teria “retirado” do esquema.

Em conversas interceptadas com a deflagração de cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do jogador, que atualmente pertence ao Cuiabá (MT), o MP encontrou conversas via aplicativo entre o jogador, ex-atletas do Sampaio e apostadores. Ele confirmava o cometimento do pênalti, para recebimento de valores.

Mateusinho chegou no Sampaio ainda em 2022, após transferência do Tuntum (MA). Ele se destacou tecnicamente pelo time maranhense, tanto que conseguiu uma transferência para um clube da Série A. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.