Moto Club x Pacajus

Mesmo com resultado ruim, jogadores elogiam postura do time

Atletas elogiaram garra da equipe, que foi buscar empate no fim.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

Moto Club e Pacajus empataram no Nhozinho Santos
Moto Club e Pacajus empataram no Nhozinho Santos (Mateus Soares / Grupo Mirante)

SÃO LUÍS - Apesar do segundo tropeço em casa nesta Série D, os jogadores do Moto Club ressaltaram o espírito de entrega da equipe no empate por 1 x 1 com o Pacajus neste domingo (26) no Nhozinho Santos. O lateral Carioca disse que o Papão é um time corajoso e o meia Cleitinho exaltou a busca incansável pelo empate, mas afirmou que o time precisa evoluir ainda mais para chegar firme no mama-mata. 

VEJA MAIS 

Moto Club oscila e volta a tropeçar em casa no Campeonato Brasileiro

Lucas Hulk lamenta resultado e pede mais tempo em campo: "nem cansado eu estou"

Voltando ao time titular depois de ser poupado contra o Tocantinópolis, o lateral-esquerdo Carioca elogiou seus companheiros neste empate com o Pacajus e lamentou a postura do adversário, que jogou grande parte da partida na defesa. 

“Nosso time é muito corajoso, joga para frente, todo tempo buscando o gol e o empate não mostra o que foi o jogo. A gente atacou mais. No segundo tempo eu não lembro uma possibilidade de gol clara deles. A gente finalizou bem, e bastante. Infelizmente a bola não entrou. Tá faltando só empurrar a bola ali para dentro. Mas estamos felizes pelo resultado, pela partida que a gente fez. Entrega não faltou, como sempre”, disse. 

Autor do gol do Moto na derrota por 2 x 1 para o Tocantinópolis, quando entrou no segundo tempo, o meia Cleitinho entrou novamente na etapa final, mas desta vez não conseguiu ser tão decisivo. O experiente meia disse que espera ver o time amadurecer ainda mais na competição e gostou da postura de sair atrás no placar e buscar empate no fim. 

“Acho que nossa equipe tem que amadurecer nessa reta final, mais ainda. A gente vem treinando bem, a gente vem nos dedicando. Sabemos que, quando chegar no mata-mata, não tem jogo fácil. Por isso, temos que encarar cada jogo como se fosse uma decisão”, analisou. 

Cleitinho acredita que esse empate, como ocorreu, vai dar mais tranquilidade para o grupo. “A gente saiu novamente atrás no placar, para uma equipe que veio fechada. Veio no intuito de levar um ponto, conseguiram. Mas a nossa equipe em momento algum desistiu. Viemos no segundo tempo para empatar e virar, mas só conseguimos o empate. É um ponto importante para nos dar tranquilidade para que no próximo jogo a gente vá buscar a vitória”. 

Com esse empate diante do Pacajus o Moto Club chegou aos 22 pontos e continua na liderança isolado do Grupo 2 da Série D. O Papão volta a campo no próximo sábado (2), às 15h30, para enfrentar o Juventude Samas, no estádio Pinheirão, em São Mateus, em mais um clássico maranhense. 


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.