Série D

Com garotos "voando", Moto deve manter mesmo time diante do Tocantinópolis

Mesmo com possíveis voltas de titulares, Júlio César deve manter Enzzo e Ronald na equipe.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 11/05/2022 às 13h54
Jair, volante do Moto Club, em treino no CT Pereira dos Santos
Jair, volante do Moto Club, em treino no CT Pereira dos Santos (Hiago Ferreira / Moto Club)

SÃO LUÍS – Em time que está ganhando não se mexe. Com essa máxima, o Moto Club embarca para o interior do Tocantins nesta quarta-feira (11), onde enfrenta o Tocantinópolis, no sábado (14), pela 5ª rodada do Grupo 2 da Série D. Sem ainda poder contar com jogadores como Douglas, Leomir e Emerson Nike, que devem ser preservados após saída do departamento médico, o técnico Júlio César Nunes deve apostar na mesma formação que utilizou na última partida, que acabou com uma vitória diante do Pacajus. Destaques nas três vitórias seguidas do Papão, os jovens da base Ronald e Enzzo seguem como titulares.

LEIA MAIS 

Júlio César Nunes exalta organização defensiva do Moto Club

"Precisamos de dinheiro!", diz presidente do Moto à torcida

Sofrendo com desfalques por conta de lesão nessas partidas iniciais da Série D, o técnico Júlio César Nunes buscou soluções dentro do seu próprio elenco e vem dando certo. Sem poder contar com o único lateral-direito de ofício, Douglas, que ainda segue se recuperando de lesão, o técnico tem utilizado o volante Lucas Hulk na posição, e o capitão tem correspondido.

No meio de campo, com a ausência de Leomir, Nunes apostou na improvisação mais uma vez. Vem utilizando o lateral-esquerdo Ronald, outro que tem mostrado bastante disposição e talento para atuar em diferentes posições, já jogou até na lateral direita.

No comando de ataque, o jovem de 20 anos, Enzzo, das categorias de base do clube, talvez nem seja mais uma opção por conta de desfalque. Mesmo com o retorno do titular Dagson, o garoto segue na posição e tem entregado bastante, são dois gols nas duas últimas partidas. Enzzo poderia perder sua posição se o técnico optasse por atuar com Emerson Nike, que também volta de lesão. Porém, essa opção não deve acontecer.

Mesmo com Douglas, Leomir e Emerson Nike liberados para atuar, a comissão técnica, juntamente com o departamento médico, vão optar por deixar esses três atletas de fora da viagem para Tocantins, que será bastante desgastante.

Com essas opções, o Moto Club deve ser escalado com: Rodrigo Carvalho; Lucas Hulk, Dedé, Luís Eduardo e Carioca; Jair, Naílson e Cleitinho; Márcio Sérgio, Enzzo e Ronald.

Logística da viagem

Para evitar uma viagem com várias conexões de voos, a diretoria do Moto Club optou por mandar sua delegação de ônibus para Tocantins. Nesta quarta-feira (11), o grupo embarca, às 17h, para a cidade de Porto Franco, em um trajeto de cerca de 12 horas. De Porto Franco, o elenco motense se deslocará, já no sábado (14), para a cidade de Tocantinópolis, local da partida.

Com nove pontos em quatro partida, com três vitórias e uma derrota, o Moto Club lidera o Grupo 2 da Série D. O próximo compromisso do Papão será no sábado (14), às 16h, no estádio Ribeirão, no interior do Tocantisn, diante do Tocantinópolis. Essa partida terá transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.