Campeonato Maranhense

Marcinho Guerreiro destaca ressurgimento do Cordino após vice estadual

A Onça de Barra do Corda perdeu a final do Campeonato Maranhense para o Sampaio Corrêa nos pênaltis.

Gustavo Arruda / Imirante Esporte

- Atualizada em 21/04/2022 às 01h47
Marcinho Guerreiro, técnico do Cordino.
Marcinho Guerreiro, técnico do Cordino. (Paulo Soares / Grupo Mirante)

SÃO LUÍS - Um misto de orgulho e frustração. Assim podemos descrever o sentimento de atletas e torcedores do Cordino sobre a participação no Campeonato Maranhense de 2022. De virtual rebaixado a campeão do segundo turno e finalista do Estadual, o time de Barra do Corda fez uma final equilibrada na noite desta quarta-feira (20), diante do Sampaio Corrêa, mas deixou o título inédito escapar no Estádio Castelão: depois de um empate por 0 a 0 no tempo normal, o Cordino perdeu para o Sampaio por 4 a 3 nos pênaltis e ficou com o vice-campeonato.

Em entrevista à rádio Mirante AM, o técnico Marcinho Guerreiro lamentou a derrota para o Sampaio Corrêa na final do Campeonato Maranhense, mas exaltou a dedicação dos atletas do Cordino durante a competição e relembrou a reação da Onça de Barra do Corda, que saiu da zona de rebaixamento no primeiro turno para a decisão do Estadual. Com o segundo lugar no Maranhense, o Cordino garantiu presença na Pré-Copa do Nordeste, na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro Série D de 2023.

"Nós ressurgimos nesse trabalho, tiramos o Cordino do rebaixamento, chegamos em uma final e não perdemos para o Sampaio no tempo normal. Quero parabenizar os jogadores, a cidade de Barra do Corda, a torcida, o presidente, o prefeito, muitos não acreditavam e nós chegamos até a final. Estamos felizes, não pelo resultado, lógico que a gente queria o título, mas pelo trabalho. Vamos continuar trabalhando", disse Marcinho.

Sem necessidade de disputar a Copa FMF no segundo semestre, já que garantiu vagas para as competições regionais e nacionais via Campeonato Maranhense, o Cordino agora projeta os torneios que disputará em 2023. Existe a expectativa da Onça de Barra do Corda em voltar a campo ainda nesta temporada, para a Pré-Copa do Nordeste, mas a equipe aguarda uma confirmação da organização do torneio para se planejar.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.