Em Teresina

Polícia prende suspeito de matar estudante com tiro na cabeça

Deivid Ferreira da Silva foi preso nesta quarta-feira (7), no bairro Verde lar, Zona Leste de Teresina.
Imirante.com, com informações do Portal Meio Norte07/08/2019 às 13h58
Deivid Ferreira da Silva suspeito do crime de homicídio contra o estudante Gabriel Brenno Nogueira. Foto: Reprodução / G1 PI.

TERESINA - A polícia civil de Teresina, por meio da Divisão de Capturas e da Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança, prendeu Deivid Ferreira da Silva suspeito do crime de homicídio contra o estudante natural de Caxias, Gabriel Brenno Nogueira, de 21 anos.

Leia também:

Estudante maranhense morre em Teresina após ser baleado

Segundo informações da Secretária de Estado da Segurança Pública, Deivid Ferreira da Silva foi preso na manhã desta quarta-feira (7), no bairro Verde lar, na zona Leste de Teresina.

Deivid Ferreira da Silva estava foragido há 16 dias, desde que foi expedido seu mandado de prisão. De acordo com as investigações, a principal linha do inquérito aponta que o crime teve motivação passional, já que Deivid Ferreira descobriu que sua esposa teve um relacionamento extraconjugal com o estudante.

Durante a apresentação de Deivid Ferreira da Silva, na sede Secretária de Estado da Segurança Pública (SSP-PI), ele pediu desculpas pelo crime. "Quero pedir perdão primeiramente a Deus e depois aos familiares dele", declarou o suspeito.

Dias em coma:

No dia 23 de julho, Gabriel Brenno Nogueira morreu após passar seis dias no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), em estado gravíssimo.

O estudante era natural de Caxias, no Maranhão, e estava em Teresina (PI) fazendo um curso preparatório para Escola de Sargentos e Armas (ESA) do Exército Brasileiro.

Gabriel Brenno Nogueira morreu após passar seis dias internado.

Assista ao vídeo do momento em que o estudante é baleado:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.