Foragido

Suspeito de torturar a filha e ameaçar a ex-mulher no Piauí é preso no Maranhão

Matheus Ferreira Gomes foi localizado e preso no povoado Arautaí, em Bela Vista do Maranhão, município a 241 km de São Luís.
Imirante.com, com informações da TV Mirante18/06/2021 às 09h15
Suspeito de torturar a filha e ameaçar a ex-mulher no Piauí é preso no MaranhãoMatheus Ferreira foi preso por uma equipe da Delegacia Regional de Santa Inês. (Foto: Reprodução / TV Mirante)

BELA VISTA DO MARANHÃO – A Polícia Civil do Maranhão prendeu, nessa quinta-feira (17), um foragido da Justiça do Piauí, suspeito de fazer ameaças a ex-mulher e torturar a própria filha. Matheus Ferreira Gomes foi localizado e preso no povoado Arautaí, em Bela Vista do Maranhão, município a 241 km de São Luís.

Segundo a Polícia Civil, Matheus Ferreira possuía um mandado de prisão expedido pela Justiça piauiense. De acordo com as investigações policiais, ele é apontando como autor dos crimes de tortura contra a filha, quando a vítima tinha apenas um ano de idade – atualmente, ela tem três anos – e de fazer graves ameaças à ex-mulher.

A polícia também informou que o suspeito fazia vídeos torturando a própria filha. Em um deles, Matheus aparece cortando com uma gilete a mão da menina. O suspeito enviava os vídeos para a sua ex-companheira.

A mulher procurou a Polícia Civil do Piauí e realizou denúncia contra Matheus Ferreira. Devido à gravidade das ameaças, a vítima é amparada por medidas protetivas judiciais.

Matheus Ferreira foi preso por uma equipe da Delegacia Regional de Santa Inês, no Maranhão. O suspeito ainda tentou resistir ao cerco policial, tentou fugir, mas foi capturado pelos agentes.

Após ser preso, o suspeito foi levado para a Unidade Prisional de Santa Inês, onde permanecerá à disposição da Justiça. Posteriormente, será transferido para o Sistema Prisional do Piauí, onde vai responder pelos crimes.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.