Covid-19

Um mês após início da vacinação contra Covid, Maranhão é um dos Estados com menor índice de vacinados

Para especialista, o Maranhão, por ter grande extensão territorial e ser muito populoso, acaba enfrentando barreiras que dificultam a celeridade da vacinação.
Imirante.com18/02/2021 às 07h18

SÃO LUÍS – Há exatamente um mês, a técnica de enfermagem do Hospital Carlos Macieira, Egle Maia Sousa, de 46 anos, se tornava a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 no Maranhão. Os números da vacinação atualizados pelo consórcio de veículos da imprensa nessa quarta-feira (17) mostram que no Maranhão o ritmo de vacinação é lento, sendo um dos Estados que menos aplicou a primeira dose no seu público-alvo.

Mapa mostra ranking de vacinação no Brasil. Arte: Reprodução/TV Globo.

Os três Estados que mais aplicaram a primeira dose até o momento foram Amazonas, com 4,87%; Roraima, 3,69%; Distrito Federal, 3,66%. O Maranhão aparece nas últimas posições do ranking, com 1,75%. Quanto maior o percentual significa que mais pessoas foram vacinadas.

Em entrevista ao G1 MA, o médico maranhense e especialista em Saúde Pública, pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Marcos Pacheco, avaliou como satisfatórios os primeiros resultados, mas disse também que poderiam ter sido melhores.

“É um resultado satisfatório, mas talvez nós pudéssemos ter avançado um pouco mais, porque isso representa algo em torno de pouco menos de 50% das doses que nós recebemos, quando o ideal é que tivéssemos ultrapassado esse valor. Eu acho que o grande problema foi a quantidade de aquisição das vacinas, porque quando eu tenho uma quantidade muito reduzida, eu tenho que proporcionalmente reduzir o foco da vacinação”, afirmou o médico.

Para Marcos Pacheco, além da baixa oferta das doses, por ser um Estado com grande extensão territorial e muito populoso, o Maranhão acaba enfrentando barreiras que dificultam a celeridade da vacinação.

Leia mais:

Maranhão registra 4.883 mortes e mais de 214 mil casos de coronavírus

Qual a eficácia das vacinas? Como são feitas? Posso me infectar ao tomar? Especialista tira dúvidas

Imunidade pós-vacina pode demorar semanas, dizem especialistas

São Luís suspende vacinação contra a Covid-19 no drive-thru da UFMA

Técnica de enfermagem é a primeira a receber vacina contra Covid-19 no Maranhão

Segundo ele, o ideal é que o Estado alcance uma taxa de 80% da população vacinada, o que representa pouco mais de 4 milhões de habitantes, para que o Maranhão esteja protegido do novo coronavírus.

Veja como estão os números da vacinação no Maranhão:

Números da aplicação da vacina contra a Covid-19 no Maranhão. Arte: Reprodução/SES.

Próximas doses

Durante a reunião com governadores do país na tarde dessa quarta, para tratar sobre o Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19, o ministro Eduardo Pazuello apresentou um cronograma de entregas e de quantidades de vacinas a serem distribuídas pelo Ministério da Saúde.

De acordo com Pazuello, até 31 de julho o Ministério da Saúde irá distribuir 230 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 para os Estados. O Instituto Butantan (Sinovac), Fiocruz (AstraZeneca), União Química (Sputnik) e Precisa (Bharat Biotech) serão os fornecedores.

Para a próxima semana, é esperada para o Maranhão a liberação de novas doses produzidas pelo Instituto Butantan. O quantitativo, no entanto, não foi ainda informado, segundo informações do site do governo do Maranhão.

O Estado afirmou ao G1 MA que, entre os dias 22 a 25 de fevereiro, deve enviar aos munícipios a última remessa em estoque com 46 mil doses da Coronavac.

Vacinação contra a Covid-19 foi iniciada no dia 18 de janeiro no MA. Foto: Divulgação.

Suspensão da vacinação via drive-thu

A Prefeitura de São Luís anunciou a suspensão, a partir de hoje, da vacinação de idosos pelo sistema drive-thru, que foi montado na Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A vacinação no local voltará a ficar disponível após a chegada de novas doses do imunizante. As doses ainda disponíveis para vacinação contra a Covid-19 em São Luís estão programadas para a vacinação de idosos acamados.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.