Coronavírus

Técnica de enfermagem é a primeira pessoa a receber vacina contra a Covid-19 no Maranhão

Egle Maia Sousa trabalha no Hospital Carlos Macieira; vacinação no estado começou com cinco imunizados.
Gustavo Arruda / Imirante.com18/01/2021 às 20h27
Técnica de enfermagem é a primeira pessoa a receber vacina contra a Covid-19 no MaranhãoEgle Maia Sousa foi a primeira vacinada contra o coronavírus no Maranhão. (Reprodução)

SÃO LUÍS - O Governo do Maranhão iniciou, na noite desta segunda-feira (18), a vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) no estado, em cerimônia realizada no estacionamento interno do Palácio dos Leões. As cinco primeiras doses da imunização foram aplicadas em profissionais da saúde da rede estadual e indígenas, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da vacina CoronaVac e o Ministério da Saúde enviar pouco mais de 164 mil doses para o Maranhão.

A primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no Maranhão foi Egle Maia Sousa, de 46 anos, que é técnica de enfermagem no Hospital Carlos Macieira, um dos principais centros de referência no tratamento do coronavírus no estado. Em seguida, foram imunizados: Fabiana Guajajara, indígena da Aldeia Arariboia; Conceição de Azevedo, médica infectologista do Hospital Presidente Vargas; Henrique Novaes Sobrinho, fisioterapeuta do Hospital Carlos Macieira; e Sônia de Matos, enfermeira do Hospital Genésio Rêgo.

Segunda pessoa a ser imunizada contra o coronavírus no Maranhão, a indígena Fabiana Guajajara cantou para celebrar o início da vacinação no estado e convocou a população para participar da campanha. "Agradeço muito a Deus e a toda essa equipe que vem desenvolvendo um belíssimo trabalho. Vacinar é preciso para continuar existindo", afirmou.

Logo após a aplicação das primeiras vacinas no Maranhão, o governador Flávio Dino falou sobre o combate à pandemia no estado e ressaltou que ainda há muito trabalho a ser feito nos próximos meses. "Antes de mais nada, fica a minha homenagem ao Sistema Único de Saúde (SUS), que salvou e salva milhões de vidas. Agradeço também aos profissionais que participaram, aos cinco que foram vacinados hoje. Provavelmente é a vacina mais rápida da história, tivemos essa velocidade alta graças à pesquisa da ciência mundial, mas a pandemia está longe de acabar, a vacina não substitui as medidas preventivas e assistenciais", destacou Dino.

Doses da vacina

O Ministério da Saúde iniciou a distribuição das vacinas contra o novo coronavírus na manhã desta segunda-feira (18). Na primeira fase da vacinação, destinado ao grupo prioritário, o Maranhão recebeu 123.040 doses da vacina CoronaVac, além de 41.200 já separadas para os indígenas do Estado, totalizando 164.240 doses. Inicialmente, serão imunizados trabalhadores de saúde; pessoas de 75 anos ou mais; pessoas de 60 anos ou mais em asilos; população em situação de rua; população indígena, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas.

O primeiro lote com doses da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a empresa chinesa Sinovac, foram recebidas pelo secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Eduardo Lula, em cerimônia realizada pelo Ministério da Saúde no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. "Assim que elas chegarem, iniciaremos o transporte e entrega às prefeituras. Também entregaremos seringas e agulhas para as prefeituras que precisarem", disse o governador Flávio Dino no Twitter.

Vacinação em São Luís

O Centro Municipal de Vacinação contra a Covid-19, na área do Pavilhão de Eventos do Multicenter Sebrae, no bairro Cohafuma, terá capacidade de atendimento de 200 aplicações de dose de vacina por hora.

A imunização da população ludovicense está prevista para começar na quarta-feira (20), segundo cronograma elaborado pelo Ministério da Saúde, e seguido pelo Plano Municipal de Vacinação. Na primeira fase da campanha, serão vacinados no local apenas os profissionais de saúde, conforme definido pelo Ministério da Saúde.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.