Investigação

Polícia investiga morte de tenente-coronel da PM como latrocínio

O policial militar Ronilson Gomes foi assassinado na tarde de quinta-feira (28), no Residencial Pinheiros.
Imirante.com, com informações do G1 Maranhão29/01/2021 às 23h29
Polícia investiga morte de tenente-coronel da PM como latrocínioRonilson Gomes Pinto era tenente-coronel da Polícia Militar. (Divulgação)

SÃO LUÍS – A Polícia Civil está tratando o assassinato do policial militar Ronilson Gomes Pinto, de 46 anos, como um caso de latrocínio (roubo seguido de morte). Tenente-coronel da PMMA, Ronilson foi morto a tiros na tarde de quinta-feira (28), na porta de casa, localizada no bairro Residencial Pinheiros, em São Luís.

Leia também: Tenente-coronel da Polícia Militar é morto a tiros no Residencial Pinheiros, em São Luís

As informações preliminares apontavam que o assassinato do tenente-coronel Ronilson aconteceu após uma tentativa de assalto, com o policial sendo alvejado após reagir à ação criminosa. Novas evidências, entretanto, apontam que o crime se trata de latrocínio, já que a arma de Ronilson foi levada pelos criminosos. Testemunhas afirmam terem ouvido de quatro a cinco tiros na região.

Policiais continuam nas buscas por algum suspeito do crime, mas, até o momento, ninguém foi preso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.