Em São Luís

Após assalto a estabelecimento comercial, homem é feito de refém dentro de sua própria residência

Após o assalto, a dupla de criminosos tentou se esconder na residência de um homem, mantendo o dono da casa como refém.
Imirante.com29/01/2021 às 17h30
Após assalto a estabelecimento comercial, homem é feito de refém dentro de sua própria residência Após assalto a estabelecimento, no Vinhais, homem é feito de refém dentro de sua própria residência, no Recanto dos Vinhais. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Na tarde dessa quinta-feira (28), um homem foi mantido como refém por criminosos dentro de sua própria residência, na rua Netuno, no bairro Recanto dos Vinhais, em São Luís.

Segundo a polícia, durante a tarde de ontem, policiais receberam informações de que havia acontecido uma troca de tiros na Via Expressa.

As informações foram repassadas por um homem que estava acompanhando a fuga dos criminosos. De acordo com a testemunha, os suspeitos chegaram a atirar em seu veículo, mas sem atingi-lo.

Ainda segundo a polícia, quando a guarnição chegou ao local, os policiais se depararam com populares, que informaram que dois criminosos haviam realizado um assalto a um estabelecimento no bairro do Vinhais.

De acordo com os populares, a dupla de criminosos estaria escondida em uma área de matagal na Via Expressa. No entanto, durante a fuga, a dupla invadiu a residência de homem para tentar se esconder, mantendo o dono da casa como refém.

Após a chegada da polícia no local, foi iniciado o isolamento da área e iniciada as negociações. Minutos depois, os criminosos decidiram se render e liberar o refém.

Com a dupla, os policiais apreenderam uma pistola Cal. 380, além dos pertences das vítimas. Os suspeitos e os materiais apreendidos foram apresentados no 4° Distrito Policial do Vinhais, onde foram realizadas as medidas cabíveis.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.