Covid-19

Chegam ao Maranhão mais de 48 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford

De acordo com o governador do Estado, Flávio Dino (PCdoB), doses poderão ser destinadas a profissionais da saúde e pacientes em tratamento com radioterapia, quimioterapia e hemodiálise.
Adriano Soares / Imirante.com24/01/2021 às 17h00
Nesta primeira remessa, o Maranhão recebeu 48.500 doses da vacina da AstraZeneca/Oxford. (Foto: Juliany Galvão / SES)

SÃO LUÍS – Chegaram à capital maranhense, na tarde deste domingo (24), as primeiras doses da vacina da AstraZeneca/Oxford contra a Covid-19. As vacinas vieram em um voo da Azul Linhas Aéreas que pousou no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís. Doses serão distribuídas aos municípios do Maranhão.

Saiba mais:

Técnica de enfermagem é a primeira pessoa a receber vacina contra a Covid-19 no Maranhão

Profissionais de saúde começam a se imunizar contra a Covid-19 em São Luís​

Saúde começa segunda fase de distribuição de vacinas contra a Covid-19

De acordo com informações do Governo do Estado, foram recebidas neste domingo 48.500 doses da vacina da AstraZeneca, de Oxford. O Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, informou que a distribuição das novas doses só será realizada após, pelo menos, 70% da CoronaVac já tiver sido distribuída.

Por meio das redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), informou que as novas doses que chagaram neste domingo ao Estado poderão ser destinadas a profissionais da saúde e, também, para pacientes que estejam em tratamento com radioterapia, quimioterapia e hemodiálise. “Levamos em conta a situação desses pacientes e o fato de estarem expostos em rotinas hospitalares”, informou Dino em publicação nas redes sociais.

Vacinas chegaram em São Luís na tarde deste domingo (24). (Foto: Karlos Geromy / Secap)

Também neste domingo, o governador Flávio Dino informou que novas medidas de ampliação de ofertas de leitos hospitalares a pacientes com Covid-19 serão tomadas no Maranhão, tendo em vista o aumento no número de internações pela doença nos últimos dias. “Infelizmente, verificamos nos últimos dias o crescimento significativo dos casos. O secretário Carlos Lula anunciará medidas e pedirá providências às prefeituras”, disse Flávio Dino.

Além de ampliar a oferta de leitos estaduais para pessoas com o novo coronavírus, Flávio Dino informou, ainda nas rede sociais, que está pedindo às prefeituras que ampliem os atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde e oferta de leitos nas redes municipais, quando possível, à vista da realidade local.

Mais doses

A Anvisa aprovou, na última sexta-feira (22), a distribuição de 4,8 milhões de doses da CoronaVac, porém, o Butantan dispõe de apenas 900 mil doses prontas. Dessa forma, o Maranhão deve receber aproximadamente mais 10 mil doses nos próximos dias do Ministério da Saúde. A chegada das novas doses trará mais celeridade ao processo de imunização contra a Covid-19 no Maranhão.

Vacinação no Maranhão

A vacinação contra a Covid-19 no Maranhão teve início na noite da última terça-feira (19), em cerimônia realizada no estacionamento interno do Palácio dos Leões, sede do governo do Estado, em São Luís. As cinco primeiras doses da imunização foram aplicadas em profissionais da saúde da rede estadual e indígenas, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da vacina CoronaVac e o Ministério da Saúde enviar pouco mais de 164 mil doses para o Maranhão.

A primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no Maranhão foi Egle Maia Sousa, de 46 anos, que é técnica de enfermagem no Hospital Carlos Macieira, um dos principais centros de referência no tratamento do coronavírus no estado. Em seguida, foram imunizados: Fabiana Guajajara, indígena da Aldeia Arariboia; Conceição de Azevedo, médica infectologista do Hospital Presidente Vargas; Henrique Novaes Sobrinho, fisioterapeuta do Hospital Carlos Macieira; e Sônia de Matos, enfermeira do Hospital Genésio Rêgo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.