Durante manhã de trabalho

VÍDEO: garçom da água relata furto de celular após ter sido enganado por mulher

"Agora que paguei a terceira prestação", contou em publicação em rede social.
Imirante.com13/01/2021 às 07h09

SÃO LUÍS – Raphael Gomes, de 25 anos, mais conhecido como “garçom da água”, contou, por meio de vídeo em rede social, que teve o celular furtado após ter sido enganado por uma mulher, que chegou até ele fingindo que precisava de ajuda.

“Fui roubado, ou seja, fui enganado por uma mulher que fingiu está passando mal, se aproveitando da boa fé de uma pessoa”, relatou o jovem. O caso aconteceu na segunda-feira (11), na avenida dos Africanos.

Relembre:

"Garçom da água no sinal": jovem arruma jeito inusitado de atrair clientes na Av. dos Africanos

Após repercussão, garçom da água maranhense aponta conquistas

Segundo Raphael, ele comprou o celular há pouco tempo e pagou apenas a terceira parcela de um total de dez. No vídeo, o garçom da água descreve as características da autora do crime e como tudo aconteceu. “Uma mulher, de 55, 60 anos, vestida, fardada com uma roupa social de uma empresa como se fosse recepcionista, secretária duma clínica médica ou alguma empresa do tipo, não reparei muito o nome, mas ajudei ela ali de boa fé, de bom grado”, contou.

A mulher disse a Raphael que o celular dessa havia descarregado e, como estava passando mal, precisava ligar para o marido. No momento em que ele se dirigiu à avenida para vender uma água a um motorista que havia parado, a mulher partiu em um moto levando o celular do garçom.

Ele conseguiu acionar a polícia, mas nem a mulher nem o piloto da moto foram localizados.

O lucro por garrafa vendida é em média 50 centavos. “Agora que paguei a terceira prestação (...). Eu tenho que vender bastante água pra mim pagar esse celular, pagar meu aluguel e, com esse celular, eu divulgava meu trabalho. E com esse celular eu incentivava outras pessoas a correram atrás dos seus sonhos”, relatou no vídeo.

Raphael publicou, nessa terça-feira (12), que está usando o celular da esposa.

A história desse jovem empreendor, como ele próprio se intitula, foi contada pelo Imirante.com no ano passado. Depois da repercussão na imprensa e redes sociais, a vida dele teve mudanças marcantes. Além de vender água no sinal com seu look de garçom, até um emprego em uma pizzaria conceituada de São Luís ele conquistou.

O garçom da água trabalha vendendo água no sinal na Av. dos Africanos. Foto: Neto Cordeiro/Imirante.com.

“Não guardo mágoa ou rancor não quero nada negativo, o que aconteceu hoje será a minha inspiração de amanhã”, disse na postagem em rede social.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.