Latrocínio

Preso suspeito de matar empresário em Campo de Peris

O segundo suspeito de participação no crime ainda está sendo procurado.
Imirante.com08/12/2020 às 16h55

SÃO LUÍS - A Polícia Civil do Maranhão prendeu o suspeito de matar o empresário Bruno Oliveira Viana, de 32 anos, que foi assassinado durante um assalto em Campo de Peris, na BR-135, nas proximidades da ponte de Estreito dos Mosquitos no bairro da Estiva, em São Luís. O crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (7).

De acordo com a polícia, o homem, que não teve o nome divulgado, foi reconhecido como autor do crime por meio de fotos. O segundo suspeito de participação no crime ainda está sendo procurado.

Relembre o caso

O empresário Bruno Oliveira Viana estava vindo da cidade de Rosário para São Luís, na companhia da esposa, quando foi perseguido por dois homens em uma motocicleta.

Os criminosos dispararam quatro tiros contra o carro da vítima, para que o empresário parasse o veículo, sendo que um dos tiros atingiu o peito do empresário. Após Bruno Oliveira ser ferido, ele parou o carro, e os criminosos se aproximaram e levaram os pertences do empresário e da mulher dele.

"Eles atiraram por diversas vezes contra o veículo para que ele parasse. Um dos tiros teria atingido a vítima fatal, no caso o Bruno. O carro encostou no momento em que eles abordaram e levaram os aparelhos de celulares tanto do Bruno como da esposa, uma quantia em dinheiro que estava no bolso de Bruno. E ao perceberem que o Bruno havia falecido, os dois rapazes que cometeram o crime se assustaram e partiram em direção ao matagal que fica próximo ao local", explicou o delegado Felipe César, do Departamento de Latrocínio da SHPP.

Ainda de acordo com o delegado, após o crime, a mulher do empresário conseguiu levar o carro até o posto da Polícia Rodoviária Federal, onde comunicou o crime e pediu ajuda. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) foi acionado e constatou a morte do empresário.

O carro do empresário já foi periciado e foram recolhidos projéteis na lataria do carro para serem comparados quando houver a apreensão da arma. / Foto: Divulgação.

Bruno e a mulher voltavam da cidade de Rosário, quando foram alvo dos criminosos.
"Eles passaram o fim de semana em Rosário, em uma comemoração de aniversário e resolveram retornar pra Ilha, para que dormissem em casa e nesse retorno aconteceu o crime", relatou o delegado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.