Em São Luís

Preso acusado de participar de roubo a residência que resultou em morte

José Ribamar Oliveira Júnior é acusado de ter invadido uma casa na companhia de mais três pessoas, na madruga de domingo.
Imirante.com08/07/2019 às 16h47
Preso acusado de participar de roubo a residência que resultou em morteJosé Ribamar Oliveira Júnior, 24 anos. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – Nesta segunda-feira (8), a Polícia Militar prendeu o terceiro acusado de participar de um roubo a residência, que resultou em perseguição, atropelamento e morte, nesse domingo (7), na região do Itaqui-Bacanga, em São Luís.

O preso foi identificado como José Ribamar Oliveira Júnior, 24 anos. Segundo a polícia, o jovem era comparsa de João Francisco Moraes, da adolescente Rania Brenda dos Santos Silva, de 16 anos, e de uma quarta pessoa, que ainda não foi identificada. De acordo a PM, o quarteto invadiu uma casa no bairro do Anjo da Guarda, na madrugada desse domingo, levando os pertences do local. Após o roubo, os quatro fugiram em duas motos.

Na tentativa de deter os criminosos, o dono da residência pegou um carro e iniciou a perseguição a João Francisco e Rania Brenda, que estavam juntos em uma das motos. O homem colidiu o carro na motocicleta derrubando o casal, perto da rotatória do Bacanga. A adolescente Rania não resistiu aos ferimentos e foi a óbito na hora, já João Francisco foi preso e levado para o Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão II), para tratar dos ferimentos causados pela queda da moto.

Saiba mais sobre o caso: Após assalto, motorista persegue dupla em moto e mata adolescente

Quanto a José Ribamar Oliveira Júnior, que estava em outra motocicleta na companhia de uma outra pessoa, conseguiu fugir, mas acabou sendo preso nesta segunda, em sua casa na rua São Raimundo, no Recanto Fialho, em São Luís. Segundo informações do 8º BPM, que efetuou a prisão, José Ribamar chegou a pular o muro de uma casa vizinha, para tentar fugir da polícia, mas os PMs conseguiram detê-lo.

Em depoimento, José Ribamar confessou a participação no crime e disse que a arma usada no assalto era sua. Além disso, o jovem também afirmou que ele e os comparsas haviam bebido e usado drogas, antes de decidirem ir roubar a residência. José Ribamar também alega que não há um quarto envolvido no crime, porém testemunhas afirmam que havia uma quarta pessoa. A polícia está investigando o caso, na tentativa de identificar quem estava com José na motocicleta.

Ouça, na reportagem de Alessandra Rodrigues da Mirante AM, mais detalhes sobre o caso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.