Investigação

Polícia já tem pistas sobre autor do assassinato de professora

A professora Roseane Costa foi espancada e estrangulada até a morte na última segunda-feira (13), dentro do campus da UFMA.
Imirante.com, com informações do G1 MA17/05/2019 às 07h11
Professora Roseane Costa, de 45 anos.

SÃO LUÍS – A polícia civil do Maranhão informou, nessa quinta-feira (16), que já possui pistas do autor do assassinato da professora Roseane Costa, de 45 anos, que foi espancada e estrangulada até a morte dentro da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Segundo a polícia, além do crime de feminicídio outras linhas de investigação estão sendo analisadas.

Leia também:

Professora encontrada morta na UFMA sofreu estrangulamento

Polícia identifica mulher que foi encontrada morta na UFMA

Achado cadavérico é registrado dentro do campus do Bacanga da UFMA

De acordo com Viviane Fontenelle, delegada responsável pelo caso e chefe do Departamento de Feminicídio, as imagens das câmeras de segurança do campus já foram analisadas. A delegada destaca que o resultado precisa ser mantido em sigilo para não atrapalhar as investigações.

“Inicialmente nós começamos a investigar com a linha do feminicídio. Até porque toda morte violenta de mulher é investigado como se feminicídio fosse para que a gente não perca nenhum vestígio importante para a confirmação dessa tese. No entanto, nós estamos com outra linha de investigação também que pode ser diversa do feminicídio, mas precisamos manter o sigilo para que não atrapalhe as investigações. Nós estamos analisando imagens e eu acredito que a gente esteja perto sim”, disse Viviane Fontenelle.

O corpo da professora foi encontrado com marcas de espancamento e estrangulamento.

Relembre o caso:

A professora Roseane Costa, de 45 anos, foi encontrada morta, na última segunda-feira (13), na Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Roseane Costa, que foi espancada e estrangulada até a morte, era professora de uma escola municipal no povoado de Itamatatiua, na cidade de Alcântara, no Maranhão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.