Prisão

Caminhoneiro suspeito de participar de assalto em Bacabal chega a São Luís

Há indícios, segundo a polícia, de que Obadias Pereira da Silva seja integrante da quadrilha e não refém.
Imirante.com, com informações da Mirante AM07/12/2018 às 07h26
Caminhoneiro suspeito de participar de assalto em Bacabal chega a São LuísObadias Pereira da Silva, suspeito de envolvimento em assalto em Bacabal. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – Já está na capital maranhense o segundo caminhoneiro suspeito de participação no ataque e assalto a banco no município de Bacabal no último dia 25.

Após a prisão do caminhoneiro Obadias Pereira da Silva, no município de Araguanã, os PMs seguiram com ele ao local do esconderijo de parte da quadrilha, em Nova Olinda. Lá foi encontrada enterrada a quantia de mais de R$ 47 mil.

Saiba mais:

Caminhoneiro feito refém é localizado e será trazido para São Luís

Caminhoneiro desaparecido após assalto a banco entra em contato com a família

Criminosos invadem Bacabal e atacam banco, quartel da PM e delegacia

Após parada em Santa Inês, o comboio seguiu até São Luís, onde chegou nesta madrugada. “Chegamos por volta das 5h da manhã e já fizemos a entrega dele na Seic” , afirmou, em entrevista à Rádio Mirante AM, o coronel João Machado, comandante do 8º BPM.

A polícia acredita que ele seja integrante da quadrilha e não refém, porque seguiu o tempo todo com o bando durante a ação criminosa. Segundo o comandante, se Obadias fosse refém teria sido libertado pelos bandidos.

Terror em Bacabal

No último dia 25, uma ação criminosa causou pânico no município de Bacabal. Um grupo de criminosos invadiu a cidade, arrombou uma agência do Banco do Brasil e atacou o quartel do 15º Batalhão de Polícia Militar e a Delegacia de Polícia Civil de Bacabal. Nesta semana, alguns suspeitos foram presos e outros mortos em troca de tiros com policiais.

Ouça a entrevista do coronel Machado:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.