Violência

Preso acusado de matar morador de rua com gargalo de vidro

João Pedro Rodrigues confessou ter assassinado Valdiney de Sousa, na manhã desta segunda, na região do Mercado Central, em São Luís.
Imirante.com15/10/2018 às 17h52
Preso acusado de matar morador de rua com gargalo de vidro Valdiney de Sousa foi morto a golpes de gargalo de vidro, na manhã desta segunda (15). (Foto: DIvulgação)

SÃO LUÍS – No início da tarde desta segunda-feira (15), a Polícia Militar prendeu o acusado de assassinar o morador de rua Valdiney de Sousa, o qual foi morto a golpes de gargalo de vidro na manhã desta segunda, na região do Mercado Central, em São Luís.

Entenda o caso: Homem em situação de rua é morto a golpes de gargalo de vidro

Segundo a Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), João Pedro Rodrigues foi preso na praça da Misericórdia, no Centro da capital maranhense, enquanto tomava banho. Após ser detido, João Pedro confessou o crime e afirmou que agiu em legítima defesa, pois teria sido ameaçado de morte por Valdiney de Sousa, com o qual tinha uma rixa.

Em depoimento, João Pedro afirmou que encontrou Valdiney nesta segunda e o mesmo o ameaçou dizendo: “hoje você vai morrer”. Além disso, Valdiney teria puxado uma faca na tentativa de ferir João. Diante da ameaça, João Pedro alega que viu uma garrafa no chão, a pegou e quebrou, utilizando o gargalo para atingir Valdiney na região do peito. Valdiney de Sousa não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Ainda segundo a SHPP, as declarações de João Pedro Rodrigues serão investigadas, para que o caso seja concluído. Tanto a vítima quanto o agressor eram moradores de rua.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.