Violência

Servidor recebe alta e fala sobre agressões de policial militar

Câmeras mostram o PM Eduardo da Luz Soares agredindo o servidor público Anderson Pereira da Silva.
Imirante.com, com informações da TV Mirante01/10/2018 às 06h58

SÃO LUÍS – O servidor público Anderson Pereira da Silva recebeu alta hospitalar e está em casa se recuperando após ter sido agredido pelo soldado da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) Eduardo da Luz Soares.

Anderson passou por cirurgia no rosto, onde foram colocados placas e pinos no nariz. Também foi retirada uma bala do pé direito da vítima.

Anderson da Silva já recebeu alta. Foto: Reprodução/TV Mirante

Leia também:

Decretada prisão preventiva de PM que atirou em servidor público

Presidente da Federação de Jiu-Jitsu Maranhense se pronuncia sobre agressão

Policial é desligado do CTA após agredir e atirar em homem

Em entrevista à TV Mirante, Anderson contou que o policial teria tratado mal uma pessoa. Quando Anderson questionou o tratamento, o soldado Eduardo iniciou as agressões com um soco. "Ele disse para mim: 'não te mete que a situação não é com você'", relatou Anderson. "Eu não entendi foi o porquê do soco que ele me deu", completa.

O PM está preso no Comando Geral da Polícia Militar. O juiz Osmar Gomes, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, decretou a prisão preventiva do agressor no sábado (29).

Polícia Militar Eduardo da Luz Soares está preso. Foto: Reprodução

De acordo com informações da polícia, o segundo agressor também já foi identificado, e deve prestar depoimento.

Relembre o caso:

Câmeras do circuito interno de uma loja de conveniência gravaram, na madrugada da segunda-feira (24), o PM Eduardo da Luz Soares agredindo e atirando no servidor público Anderson Pereira da Silva.

O PM Eduardo da Luz Soares foi desligado do Centro Tático Aéreo (CTA) assim que as imagens da agressão foram divulgadas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.